Projeto Futuro do Presente, Presente do Futuro #32 – Raoni RAOOS: A Decadência Urbana

Raoni RAOOS apresenta o 32º ensaio do Projeto Futuro do Presente, Presente do Futuro - Imagens que narram nossa história
Raoni Raoos

Esta é uma pesquisa fotográfica de imóveis abandonados e/ou em ruínas que compõe a malha urbana degradada e a memória urbana da cidade de São Paulo, trazendo em si uma poética de abandono e isolamento do espaço urbano de suas funções sociais.

Num Brasil com cerca de 7 milhões de famílias sem casa e 6 milhões de imóveis desocupados onde a especulação imobiliária segue forte, é mais que urgente a necessidade de uma mudança na política habitacional nesse país.

Em tempos de pandemia, isolamento social e diversas problemáticas urbanas, esse assunto se faz mais que necessário no debate sobre a relação do racismo estrutural e a falta de moradia nessa sociedade, que não possui políticas públicas reparatórias ao processo escravagista brasileiro, perpetuando assim a miséria e a desigualdade para a maioria da população que não percebe que está isolada socialmente há muito tempo.

Esta série traz representações imagéticas que mesclam significações do passado, presente e futuro, nos possibilitando analisar as provas do mal planejamento dessa sociedade capitalista eurocêntrica, do ponto de vista habitacional e da sustentabilidade vital do planeta Terra. E mesmo em meio a uma crise ecológica e caminhando para o colapso da biodiversidade, ainda é possível refletir sobre o passado, agir de forma reversível no presente, para que exista um futuro menos genocida e desigual com uma memória urbana digna de ser lembrada.

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni Raoos

.

Raoni RAOOS é artista visual de São Paulo, é bacharel em design, fotógrafo, videomaker e ator. 

Seus trabalhos abordam temáticas do meio urbano, a vida do mundo natural, representações oníricas/surreais e concepções visuais afro diaspóricas.

.Conheça mais o trabalho do artista:

https://www.instagram.com/raoos_irie/

https://www.behance.net/raonidesign

.

O projeto Futuro do Presente, Presente do Futuro é um projeto dos Jornalistas Livres, a partir de uma ideia do artista e jornalista livre Sato do Brasil. Um espaço de ensaios fotográficos e imagéticos sobre esses tempos de pandemia, vividos sob o signo abissal de um governo inumanista onde começamos a vislumbrar um porvir desconhecido, isolado, estranho mas também louco e visionário. Nessa fresta de tempo, convidamos os criadores das imagens de nosso tempo, trazer seus ensaios, seus pensamentos de mundo, suas críticas, seus sonhos, sua visão da vida. Quem quiser participar, conversamos. Vamos nessa! Trazer um respiro nesse isolamento precário de abraços e encontros. Podem ser imagens revistas de um tempo de memória, documentação desses dias de novas relações, uma ideia do que teremos daqui pra frente. Uma fresta entre passado, futuro e presente.

Outros ensaios deste projeto: https://jornalistaslivres.org/?s=futuro+do+presente

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Na medula do verbo

Na medula do verbo

Hoje, o Café com Muriçoca traz a recomendação de leitura da obra “Na medula do verbo”, de Michel Yakini-Iman.

Jornalistas Livres Entrevista: Maria Marighella

JL entrevista Maria Marighella, indicada nova presidenta da Funarte. Ela fala do desafio de participar do processo de reconstrução das políticas públicas culturais no Brasil pós-Bolsonaro

Hoje Maria Marighella é a entrevistada no Programa JORNALISTAS LIVRES ENTREVISTA. Atriz, mãe, militante e produtora cultural. Herdeira de uma família de tradição militante. Maria

Quem segura essa quebrada

Quem segura essa quebrada?

O Café com Muriçoca de hoje traz duas indicações de livros: “Viela Ensanguentada”, de Wesley Barbosa, e “O Pé que ficou naquela estação”, de Nina Barbosa.