EDITORIAL – HOJE É DIA DE LUTO! PERDEMOS O MENINO GABRIEL

Gabriel e Lula: aniversário no mesmo dia: 27/10
Gabriel e Lula: aniversário no mesmo dia: 27/10
Gabriel e Lula: aniversário no mesmo dia: 27/10
Gabriel e Lula: aniversário no mesmo dia: 27/10

Perdemos um camarada valoroso, um menino negro encantador de feras, um sorriso no meio das bombas e da violência policial, um guerreiro gentil que defendeu com unhas e dentes a Democracia, a presidenta Dilma Rousseff durante todo o processo de impeachment, e o povo brasileiro negro e pobre e periférico, como ele.

Gabriel Rodrigues dos Santos era onipresente. Esteve em Brasília, na frente do Congresso durante o golpe, em São Paulo, nas manifestações dos estudantes secundaristas; em Curitiba, acampando em defesa da libertação do Lula. Na greve geral, nas passeatas, nos atos, nos encontros…

O Gabriel aparecia sempre. Forte, altivo, sorrindo. Como um anjo. Anjo Gabriel, o mensageiro de Deus

Estamos tristes porque ele se foi hoje, no Incor de São Paulo, depois de um sofrimento intenso e longo. Durante três meses Gabriel enfrentou uma infecção pulmonar que acabou levando-o à morte.

Estamos tristíssimos, mas precisamos manter em nossos corações a lembrança desse menino que esteve conosco durante pouco tempo, mas o suficiente para nos enriquecer com todos os seus dons.

Enquanto os Jornalistas Livres estiverem vivos, e cada um dos que o conheceram viver, o Gabriel não morrerá.

Porque os exemplos que ele deixou estarão em nossos atos e pensamentos.

Obrigada, querido companheiro!

Tentaremos, neste infeliz momento de Necropolítica, estar à altura do Amor à Vida que você nos deixou.

 

 

Leia mais sobre quem foi o Gabriel nesta linda reportagem do Anderson Bahia, dos Jornalistas Livres

 

Grande personagem da nossa história: Gabriel, um brasileiro

 

 

 

 

COMENTÁRIOS

19 respostas

  1. A estória do Gabriel me deixou muito impressionado. O que ocorreu a ele? Morreu de que forma, Covid? Enfim, o que se passou com ele para levá-lo tão cedo?

  2. Não conheci, mas fiquei emocionado e chorei. Eu desejo que uma revoada de ANJOS abrace o companheiro Gabriel, e leve ele para o céu.

  3. Que triste gente…
    Eu acompanhava o Gabriel nas redes sociais, ele era o mais ativo, em todos atos que teve ele estava presente, fiquei muito triste com a noticia, que Deus o tenha.

  4. Meu Deus! Quantas notícias tristes… Meus sinceros sentimentos de pesar à família e aos amigos do Gabriel. Muita força e serenidade nesses momentos tão difíceis!

  5. Que dia triste e lamentável!. Conhecia o Gabriel pelas pstagens e o admirava imensamente por seus posicionamentos!. Grande Gabriel, devotado Gabriel a democracia , viúva está em luto!!!. Gabriel presente!!!

  6. Em um momento sombrio como este é muita injustiça um menino cheio de vida ir embora tão novo. Ele se tornará um símbolo da resistência nesse País.

  7. Descanse em paz Gabriel foi um grande guerreiro que Deus te receba na glória
    Meus pêsames a família

  8. Cansada de perder os valorosos às pencas, enquanto os perversos que se alimentam do sangue e da morte alheia se regozijam em seus condomínios de pura riqueza. O Gabriel travou a luta pelo bem, pela justiça e exclusão. Que seu SER de luz experimente a paz e o amor infinitos.

  9. Ah Gabrielzinho gigante guerreiro! A dor e a tristeza que sinto é como se tivesse perdido um filho! Mas era como muitos de nós o tínhamos! Sua estadia por aqui foi breve, mas intensa o suficiente para escrever seu nome na história e marcar nossos corações para sempre! Que seu legado inspire mais e mais jovens a lutarem pelo que acreditam! Meus sentimentos a sua mãe e todos da família! Que a dor se transforme em orgulho do grande ser humano que era você, sempre lutador, gentil, generoso e de sorriso largo e acolhedor! Vá em Paz brilhar no universo!
    Deixo aqui as palavras da Carla Ribeiro que te resumem: “Gabriel Rodrigues – nasceu para a luta indignada contra a injustiça, lutou pelo direito á educação, teve a coragem de poucos no enfrentamento de um sistema organizado para eliminar corpos negros e pobres. Que o Orum o receba com a delicadeza que o estado genocida lhe negou.” (Carla Ribeiro @CarlaRi49818184)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POSTS RELACIONADOS