Diário do Bolso: Cloroquinamigos

José Roberto Torero*

CLOROQUINAMIGOS

Diário, eu sou um sucesso como garoto-propaganda. Um sucessaço! O consumo de cloroquina no Brasil cresceu mais de 350%.

 

O remédio é só para malária, artrite e lúpus. Mas eu transformei o treco num Bom Bril, com mil e uma utilidades. Te cuida, Carlinhos Moreno!

 

E os donos dos laboratórios que fazem a cloroquina são todos chapas. Olha só:

 

O Renato Spallicci, que é dono do laboratório Aspen, é bolsonarista de carteirinha. Compartilha na internet tudo o que eu faço. Quando eu me encontrei com os líderes do G-20 mostrei uma caixinha do remédio dele pro mundo todo. Aa vendas triplicaram!

 

Outro dia eu fiz propaganda na minha live da versão genérica da hidroxicloroquina. Ela é feita pelo laboratório EMS, do Carlos Sanchez, que é o 16º. Cara mais rico do Brasil e teve duas reuniões comigo este ano. Eu falei assim: “É um testemunho meu: tomei e deu certo, estou muito bem”. É coisa de profissional ou não é?

 

Outro cloroquinamigo é Ogari de Castro Pacheco, um dos donos do laboratório Cristália. Ele é filiado ao DEM e segundo-suplente do senado no Tocantins. No dia 6 de agosto do ano passado, até fui na inauguração de uma fábrica dele. Chapíssimo.

 

E de quem é o único laboratório estrangeiro autorizado a vender cloroquina no Brasil? De quem é? De quem é? Do Trump! Isso mesmo. Ele é um dos acionistas do laboratório francês chamado Sanofi-Aventis.

Ou seja, a cloroquina não apenas é a cura para a covid-19. Ela também faz amizades duradouras.

 

Pô, esse slogan ficou joia! Preciso anotar.

*José Roberto Torero é autor de livros, como “O Chalaça”, vencedor do Prêmio Jabuti de 1995. Além disso, escreveu roteiros para cinema e tevê, como em Retrato Falado para Rede Globo do Brasil. Também foi colunista de Esportes da Folha de S. Paulo entre 1998 e 2012.

#diariodobolso

 

PS: Falta só um dia pra esse treco, a melhor cloroquina no combate à desinformação. Clica aqui: https://www.catarse.me/DiariodoBolso3?ref=project_link.

 

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Diário do Bolso: “se gritar ‘pega Centrão’, não fica um”

O general Augusto Heleno, que cantou “Se gritar ‘pega Centrão’, não fica um, meu irmão…”, agora diz que o Centrão nem existe. Acho que ele vai trocar a letra dessa música pra alguma coisa assim: “Se gritar ‘pega Centrão’, o governo inteiro levanta a mão…”

Diário do Bolso: entupido e não cheirando bem

Os canhotos riem, mas esse meu entupimento veio bem a calhar. Como estou com cagaço de enfrentar essa CPI da covid, aproveitei o meu estado descocomentoso pra me fazer de vítima. Aquela foto de mim cheio de tubo já foi isso. Porque o meu marquetim é esse: quando não tô matando, tô morrendo.

Diário do Bolso: a esquerdalha ri do meu soluço, hic

Teve um sujeito que, hic, disse que o Lira tinha que botar o, hic, pedido de impitimem em pauta, que aí o susto, hic, ia me curar. E outro respondeu que melhor ainda seriadizer que, hic, tinham recuperado as, hic, mensagens do celular do Dominghetti.