“O que não é floresta é prisão política”, está na galeria Reocupa

Exposição coletiva inaugurou galeria na Ocupação 9 de julho/MSTC e une diversas discussões e vozes, revitalizando o espaço do saguão do antigo prédio abandonado do INSS

Detalhes da Obra de Fernando Sato.

Dia 15 de setembro teve início a primeira ativação da galeria Reocupa com a exposição “O que não é floresta é prisão política”, no saguão do antigo prédio abandonado pelo Estado, onde um dia funcionou a sede do INSS,em São Paulo.

O lugar que o Estado abandonou hoje está cheio de vida, uma vida diversa e pulsante conhecida por Ocupação 9 de Julho, organizada e revitalizada pelo Movimento dos Sem Teto do Centro (MSTC). Além de abrigar 140 famílias, é um ponto cultural, por onde circulam diversos grupos de artistas, que mobilizam muitos eventos e atividades, construídas coletivamente e em parceria com moradores e lideranças.

Assim é também a galeria Reocupa, que se faz através de trocas e convívios entre essa rede. A Cozinha da Ocupação 9 de Julho, se tornou um evento imperdível, que acontecesse uma vez por mês, que além promover oficinas culinárias, serve almoços e acontecem diversos tipos de eventos e shows. Mais informações em: https://www.facebook.com/cozinhaocupacao9dejulho/

Uma potente floresta

O que não é floresta é prisão política inaugura o espaço com trabalhos de mais de 60 artistas brasileiras e brasileiros, numa lista em composição que hoje conta com 93 convidadas e convidados. Por isso, não há uma data limite para encerramento da exposição, que será ativada em eventos programados para acontecer a cada semana, continuamente.

Quando o coletivo de artistas começou a construir a exposição, ainda não tinham no horizonte os incêndios na Floresta Amazônica, tampouco as notícias dos mandados de prisão das lideranças dos movimentos por moradia, “mas intuíamos que o inaceitável se aproximava”.

Ver mais sobre a prisão em: 

Justiça de São Paulo concede liberdade a Preta Ferreira

Justiça de São Paulo concede liberdade a Carmen Silva

Vitória histórica dos Sem-Teto: reintegração da Ocupação 9 de Julho é EXTINTA

Entenda como foi a perseguição das lideranças:

O que não é floresta é prisão política é uma mostra que nasce neste contexto. É um processo em curso que, como uma floresta, não se fecha e se realiza de forma colaborativa. Há uma partilha coletiva, múltipla, que toma de empréstimo a imagem da floresta para compor arranjos que se contaminam entre si, mesmo diante das diversas práticas de cada participante dessa exposição. Assim, não há uma hierarquia na montagem nem na seleção das obras, mas sim a intenção de construir um sentido sensível, livre, para esse espaço expositivo da Ocupação 9 de Julho, a Galeria Reocupa.

Acompanhe a programação e próximas ativações semanais da mostra O que não é floresta é prisão política pelas páginas:

@galeria_reocupa

https://www.facebook.com/movimentosemtetodocentro/

https://www.facebook.com/cozinhaocupacao9dejulho/

@cozinhaocupacao9dejulho

@oficina_de_arte_ocupa9dejulho

@hotaocupa9dejulho

Para ocupar as redes:

#oquenaoefloresta #galeriareocupa #ocupacao9dejulho #mstc #cozinhaocupacao9dejulho #prisaopolitica #exposicaosp #liberdadepreta

Galeria Reocupa / Ocupação 9 de Julho / MSTC, fica na  Rua Álvaro de Carvalho, 427.

Mais sobre a Ocupação 9 de Julho

Localizada no centro de São Paulo, na Bela Vista, o prédio da Ocupação 9 de julho representa um marco de luta por moradia social no Centro, e importante ponto cultural da cidade. O MSTC realizou um esforço pela valorização do prédio, acondicionando os espaços não só às necessidades dos moradores e o cumprimento da normativa vigente, quanto a sua adequação para dar espaço a uma quadra esportiva, horta comunitária, biblioteca e brinquedoteca, marcenaria, além de uma cozinha coletiva. Esses espaços e a gestão coletiva deles fazem com que a Ocupação 9 de Julho torne-se um exemplo de equipamento cultural – bem ali onde poderia existir o escuro e a invisibilidade, o apagamento e o silêncio, há a reabilitação da voz, da vida e dos afetos através da expressão artística e simbólica para a construção de um mundo possível.

Sobre o MSTC

Sobre a história do movimento e suas conquistas:

https://www.movimentosemtetodocentro.com.br/

Categorias
CidadaniaCulturaDemocraciaDestaquesDireitos SociaisEcologiaLuta por MoradiaMoradiaMSTCOcupaçõesSão Paulo
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta