Massacre em Manaus: Relatos dos Familiares

Ouça os depoimentos das famílias que aguardam em frente ao IML.

Na tarde de hoje, 02 de Janeiro de 2017, familiares e amigos dos detentos do complexo penitenciário Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus, seguem aguardando a identificação dos mortos do massacre que aconteceu ao longo da última noite. Segundo foi apurado, a polícia interveio numa disputa entre membros de facções rivais dentro da prisão, resultando na morte de mais de 60 pessoas.

O tom dos depoimentos é unívoco em responsabilizar a Polícia Militar e o Governo do Estado do Amazonas pela tragédia: “Os policiais são piores que os presos que estão lá dentro”, diz várias vezes uma das mulheres, que preferiu não se identificar.

A segurança e manutenção da integridade física dos detentos é obrigação Estado.

Leia mais aqui.

Categorias
CidadesDestaquesManaus
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta