Fazer festa, reavivar a alegria é também revolucionário

Com a poda, nascem flores...

Em 24 de novembro de 2019, em domingo que começou nublado o Coletivo Flores pela Democracia, ocupou o Al Janiah.

Nosso objetivo era confraternizar com as pessoas que de alguma maneira  já participavam  do Coletivo Flores pela Democracia. Era também divulgar o que já fizemos, quais foram e são nossos desafios. Buscar apoio.

E ainda: dar visibilidade à diversidade das ações já desenvolvidas, partilhar um novo jeito de fazer política em praças e locais públicos, convidar para que mais pessoas cheguem perto,  colaborando para que possamos avançar em nossos compromissos, unir forças e indignações, agir …

Há 1 ano e meio éramos 4, hoje somos cerca de 25 que atuam regularmente e 100 que participam através de grupo de Whatsapp  e de outras tantas que participam de ações de apoio ao Coletivo.

Tudo só aconteceu devido à ação coletiva

Ficamos emocionadas, aproximadamente  200 pessoas vieram ao nosso Baião de Dois, tudo gente do bem. Alcy Linares fez um convite chamativo, com humor e arte; Cícero do Crato, caprichou nos ingredientes e no tempero.  O Al Janiah, conhecido espaço de resistência palestina, acolhedor dos movimentos de esquerda, foi invadido por flores de todo tipo: crepom, Flores jovens de 68, jovens de hoje, militantes, lutadores.

A alegria tomou conta, nossa “mestre de cerimônia” Vânia estava impecável “Somos todos flores na delicadeza, mas também somos flores rompendo o asfalto, na luta e na resistência”, a dupla Moniquinha e Gaúcho animaram o encontro com alegria e através da participação  no bloco “Não Troco…”,  o humor e o lúdico selaram o compromisso  de quem passou por lá, o encontro de todos nós foi demais!

Não troco

Algumas falas do bloco “Não troco” traduzem o espírito que nos anima, a todos:  “Não troco: –  Minha Dignidade pela Minha Liberdade; – Minha Luta pela Passividade; – Paulo Freire por Olavo de Carvalho; – não troco Ciência por Terra Plana; – o SUS pela Privatização da Saúde; – não troco o Largo da Batata pelo Shopping Eldorado;  – Livros por Armas; – Mobilização por Acomodação; – não troco a Educação por Sucesso Profissional Passageiro; – o Tão Sonhado Socialismo pelo Capital Neoliberal; -não troco a Liberdade pela Repressão;  – a Liberdade por Baboseira; – o Nordeste por Miami; – Coletividade por Movimentos Individuais; – os CAPS de Saúde Mental, pelos Manicômios; – a Natureza pelo Desmatamento; – não troco a Arte pela Ignorância; – a Escola Pública pela Escola Militar;  o Respeito pelo Outro pelo Autoritarismo; – a Democracia pela Ditadura; – esse Encontro Lindo e Maravilhoso por Algumas horas em frente à TV; não troco o Meu Presidente por essa Quadrilha de Milicianos; – a Flor por Laranja; – O MST pela Monsanto;  – o Baião de Dois por um Fast Food; – não troco a Teologia da Libertação por Teologia da Prosperidade…” e por aí foi!!!!!!

Encontro de afetos, encontro de lutas, encontro de colaboração, encontro de sonhos!

Segundo depoimento de um dos participantes “É exatamente assim que se compõe este coletivo: MULHERES-FLORES que lutam com delicadeza e determinação, propagando a ideia básica e primordial de DEMOCRACIA. Saí ainda agora da festa e sigo pra casa com o coração cheio de amor, esperança e, principalmente força e inspiração para lidar com o que temos visto. Foram muitas as manifestações de calor, luta e exemplos de cuidado com todos os presentes. Meu agradecimento especial a todas as flores lindas que fazem desse coletivo um jardim tão diverso, colorido, saudável, alegre e fundamental para inspirar todas as gentes de todos os cantos”.

Tudo isso se deu desta forma, por conta da ação coletiva de cada um de nós.

Obrigada a todos. Apareçam no Largo da Batata, CHEGUEM MAIS!!!

“Hoje só hoje, vamos fazer diferente, vamos fazer nascer de nossas mãos as flores, Flores pela Democracia”

Com a poda, nascem Flores! A semana que passou que o diga, só golpes.

JUNTAS SOMOS MUITAS!

A festa é revolucionária!

Categorias
Democraciadesobediência civilDestaquesGeralPolíticaResistênciasolidariedade
Um comentário
  • Amanda Leite
    3 dezembro 2019 at 17:24
    Comente

    Coletivo Flores pela Democracia constitui um marco amoroso e Belo na luta pela Democracia.

  • Deixe uma resposta