CURIOSIDADES DA RÚSSIA: as Cidades-Herói

Da Gazeta Laika

Das 11 cidades que são sedes da Copa do Mundo na Rússia, três possuem o título de “Cidade-Herói”; Moscou, Leningrado (São Petersburgo) e Stalingrado (Volgogrado). Essa honraria soviética foi concedida para as cidades que foram símbolos da resistência ao nazismo durante a Grande Guerra Patriótica (como os russos denominam a Segunda Guerra Mundial).

Nos muros do Kremlin, em Moscou, cada uma dessas cidades, que totalizam 12, são representadas por um bloco de mármore, com uma estrela e o nome da cidade, onde todos os dias é possível ver flores que são depositadas por aqueles
que passam por lá.

As três cidades-heróis que são sedes do mundial foram palcos das batalhas mais importantes da Guerra. Em Stalingrado ocorreu a grande virada soviética sobre os nazistas. Em Moscou, as tropas alemãs pararam em 1941, sem conseguir invadir e prosseguir. Já em Leningrado, a história foi ainda mais dramática, se é que é possível. A cidade foi vítima de um cerco nazista que durou cerca de 900 dias, que deixou mais de 1 milhão de civis mortos.

Mesmo com a fome avassaladora, o frio rigoroso e os bombardeios diários, os soviéticos não se renderam e os soldados nazistas nunca pisaram em Leningrado – a não ser como prisioneiros de guerra. Foi o cerco mais longo da história.

Amanhã, a Rússia enfrenta a Espanha pelas oitavas de final, na cidade-herói de Moscou. Será que os russos vencem essa batalha?

Foto: soviéticos em rua de Leningrado durante o cerco destruidor

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS