Assista a coletiva de imprensa com Érica Malunguinho, deputada do PSOL, vítima de transfobia na Assembleia Legislativa de SP

O crime foi cometido pelo deputado transfóbico Douglas Garcia (PSL), na tarde desta quarta (3) no 2o maior parlamento do país, ao vivo na TV da Casa

Veja fotos e assista aqui a coletiva de imprensa com a primeira deputada trans eleita na Assembleia Legislativa de SP, Érica Malunguinho, vítima de TRANSFOBIA ontem na Casa, praticada pelo deputado TRANSFóBICO Douglas Garcia (PSL), na tarde da quarta (3/4), durante sessão plenária.

A Professora Bebel, deputada do PT aproveitou para denunciar outras atitudes violentas do parlamentar na Alesp: “No dia 21 de março, na Alesp, Douglas Garcia (PSL) chamou os professores de vagabundos por protestarem contra a Reforma da Previdência nas ruas. Indignada, fui ao microfone do plenário. A agressão de ontem com a Érica foi novamente lamentável, não podemos naturalizar nenhum comportamento violento desse parlamentar. Caso contrário, o que será de nós, mulheres, bissexuais, trans, seremos tiradas a tapa de tudo?”

O Deputado Barba, líder da banacda petista na Casa, também denunciou outras atitudes preconceituosas de Douglas, o transfóbico: “Érica sofre preconceito em dobro por ser negra e trans. Rejeitamos a postura do deputado Douglas Garcia (PSL) que prega a violência. Se aqui nessa Casa, que é o 2o maior Parlamento do país, o parlamentar tem essa postura, imagina lá fora! e completou: “Não precisamos ir longe pra analisar a gravidade dessa situacão, é só olhar os dados de violência contra as mulheres no Brasil. A violência que Douglas Garcia (PSL) fez contra Érica Malunguinho (PSOL) é a mesmo que ele praticou contra a deputada Isa Penna (PSOL) na semana passada, quando disse que feminismo é uma doença que faz mulheres terem raiva de homens. Não vamos aceitar esse comportamento e a bancada do PT com o PSOL vai estar sempre na luta por esta causa.”

Entenda no vídeo ao vivo, quais medidas práticas serão tomadas pelo PSOL, PT e PC do B contra esse crime e compartilhe essa notícia, para que de deputado transfóbico e machista, Douglas Garcia (PSL) violências pense melhor antes de voltar a praticar esse tipo de violência.

Assista aqui a coletiva de imprensa:

Categorias
DestaquesDiário da Alesp
Um comentário
  • Luiz Carlos P. Oliveira
    6 abril 2019 at 12:10
    Comente

    E agora? O cara assumiu ser gay. Vai entender a cabeça desse maluco. Ele ataca LGBT para esconder sua preferência sexual? Nada mais ridículo.

  • Deixe uma resposta