Suspensa vacinação anti-rábica 2019 na cidade de São Paulo

O comunicado também informa que "o desabastecimento da vacina contra a raiva canina e que em função disso, o Ministério da Saúde não disponibiliza o quantitativo de vacinas suficientes para a realização da campanha de Vacinação no município de São Paulo/2019".

do site do Sindsep

Prefeitura aprofunda política de desmonte da saúde:

Segundo comunicado às “Equipes de vacinadores e pessoal interno envolvido com a campanha Anti-Rábica” divulgado pela Divisão de Vigilância de Zoonoses de São Paulo uma reunião da “Coordenadora de COVISA, Representantes do DVZ, DVE e NAAD realizada na data de 28/06/2019 a Campanha de Vacinação contra a Raiva não será realizada em 2019”.

O comunicado também informa que “o desabastecimento da vacina contra a raiva canina e que em função disso, o Ministério da Saúde não disponibiliza o quantitativo de vacinas suficientes para a realização da campanha de Vacinação no município de São Paulo/2019”.

O Sindsep, sindicato dos servidores públicos municipais de São Paulo denuncia o sucateamento da política de saúde pública no município. Para o Sindsep o Ministério da Saúde do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e a Secretaria Municipal de Saúde do prefeito Bruno Covas (PSDB) trabalham juntas para desmontar a prevenção de doenças como a raiva animal.

Essa situação é uma consequência concreta da aplicação da Emenda Constitucional 95 que congela os gastos públicos por 20 anos.

O desabastecimento das vacinas e a descontinuidade da Campanha Anti-Rábica é um retrocesso profundo na prevenção ao surto da Raiva Animal em São Paulo e um grave perigo para a população.

Categorias
DestaquesSaúde
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish

Relacionado com