PM reprime com bombas e gás lacrimogêneo 2º ato contra tarifas em SP

2º Ato contra aumento das tarifas de ônibus e metrô em SP - Fotos de Lucas Martins, Jornalistas Livres
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O segundo Ato Público convocado pelo Movimento Passe Livre (MPL) percorreu o centro de São Paulo, nesta quinta (9/jan). A manifestação opõe-se ao aumento das tarifas de ônibus e metrô, de R$ 4,30 para R$ 4,40, imposto pelo prefeito Bruno covas (PSDB) e pelo governandor João Dória Jr. (PSDB).

Dois manifestantes foram presos ao final do 2° ato contra o aumento das tarifas. Eles estão no 78° DP, sob a acusação de “danos ao patrimônio”.

O ato começou por volta das 17h na praça da Sé, região central, e seguiu até a praça da República, onde foi finalizado. Os manifestantes tentaram, então, entrar na estação do metrô da praça, visando a pular as catracas, em protesto simbólico contra as tarifas. A PM fechou a entrada, apenas deixando uma pequena passagem cercada dos dois lados. Os manifestantes se aproximaram com a faixa e após um primeiro contato, alguns objetos foram jogados em direção à linha da PM. Foi quando começaram os tiros de bombas de efeito moral e de gás.

Num momento em que a recessão econômica e o desemprego condenam as famílias trabalhadoras à pobreza, é inadmissível o aumento das tarifas.

Desempregado, o trabalhador fica sem o vale-transporte e, com o aumento, na prática, terá de andar a pé ou ficar confinado no seu bairro. Como ele vai procurar emprego?

E o serviço de ônibus é cada vez pior em São Paulo, com o fechamento de milhares de linhas, e a demissão de dezenas de milhares de motoristas e cobradores!

Diante de reivindicação mais do que justa, tudo o que João Doria Jr. e Bruno Covas oferecem é um contingente reforçado de policiais militares para intimidar os manifestantes!

Pela mobilidade urbana!

Contra o aumento das tarifas!

Veja cenas da manifestação!

COMENTÁRIOS

  • O povo merece e muito mais votaram nesses cafajestes agora aguentem e daqui pra frente vai ser dese jeito para pior queriam os militares esqueceram o que foi a ditadura e trouxeram essas pestes de o governantes com certeza veremos coisas piores ainda lamentavelmente enquanto não caírem esses miseráveis

  • Constitui a cidadania a oposição enérgica àqueles que servem ao povo e que equivocadamente sentem-se os seus senhores.
    Os cidadãos se fazem a si mesmos descobrindo a cada embate que o poder constituído só se constitui com o poder que o povo lhe EMPRESTA.

  • Meu filho menor de idade participou do ato doa 09/1 agora, e Eu preciso conversar com Vocês, o mais rápido possível, por favor, obrigada.

  • POSTS RELACIONADOS

    Enquanto houver RACISMO, não haverá DEMOCRACIA

    Cidadãos e organizações da sociedade civil, população negra organizada, mulheres negras, pessoas faveladas, periféricas, LGBTQIA+, quilombolas, religiões de matriz africana e pretos e pretas com

    >