Munduruku dizem #EleNão, #EleNunca!

Por Leornardo Milano especial para os Jornalistas Livres

Entre os dias 18 e 21 de outubro, o povo Munduruku do médio e do alto rio Tapajós se reuniu na Aldeia Praia do Índio, em Itaituba-PA, para sua XV assembléia. Os temas centrais da Assembléia foram as ameaças do garimpo de ouro , da extração de madeira terras indígenas, o desmonte da FUNAI (Fundação Nacional do Índio) e a escalada de violência contra povos indígenas, que pode explodir caso o próximo presidente dos Brasil seja Jair Bolsonaro, candidato de extrema direita que já declarou publicamente sua repulsa aos povos indígenas. Durante a assembléia, cada liderança que falou ao microfone terminou sua fala com. #EleNão #EleNunca. A assembléia gerou uma carta de repúdio do povo Munduruku ao candidato do PSL.

Veja aqui a carta:

carta de repúdio_AIPariri

Mídia democrática, plural, em rede, pela diversidade e defesa implacável dos direitos humanos.

Categorias
#EleNãoagronegócioAmazôniaDestaquesDireitos HumanosEleições 2018Índios
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish