Miss Mato Grosso Gay premia a diversidade além do gênero

A vencedora, Jennifer Lizz, tem deficiência auditiva e foi auxiliada por uma intérprete em Libras no discurso de vitória

A Miss Gay Mato Grosso 2019, Jennifer Lizz. foto: Francisco Alves

Por Francisco Alves, especial para os Jornalistas Livres

O maior concurso transformista do estado de Mato Grosso aconteceu domingo passado, dia 16 de Dezembro, na capital Cuiabá – MT, no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros – o maior teatro da cidade. Trata-se do concurso de beleza Miss Mato Grosso Gay 2019  (@missmtgay2019), sob coordenação do Caio Cesar Bandeira e com abertura do cantor Hedson Santana, que fez uma retrospectiva musical da sua carreira.

Candidatas se preparam para o desfile. Foto Francisco Alves

Foram premiadas as candidatas Miss Simpatia – escolhida na hora entre os próprios concorrentes, e a Miss MT Gay 2019, Jennifer Lizz, representante do município de Poconé, que tem deficiência auditiva. Além de garantir uma vaga na etapa nacional do concurso, o Miss Brasil Gay, será realizado em agosto do ano que vem, em Juiz de Fora (MG), a vencedora do concurso também recebeu um prêmio de R$ 2 mil em dinheiro e procedimentos estéticos para o rosto. Lizz precisou recorrer a uma tradutora de Libras para fazer o discurso de vitória, o que emocionou ainda mais os presentes.

A vencedora, Jennifer Lizz, da cidade de Poconé, MT

O Miss MT Gay avaliou 16 candidatas, cada uma de um município ou distrito de Mato Grosso e teve como finalidade dar visibilidade à causa LGBTQ+ (lésbicas, gays, bissexuais, pessoas trans, queers e outras identidades sexuais), de forma a tornar a sociedade mais inclusiva. Agora é torcer por Lizz no concurso nacional!

Categorias
Direitos HumanosGeralLésbicasMato GrossoMulheres com deficiênciaPessoa com deficiênciaTransfobia
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta