Exposição – Jornalismo Independente do Analógico ao Digital – 15 anos da MediaQuatro

Em comemoração ao aniversário de Cuiabá, dois jornalistas, fotógrafos e documentaristas trazem para o Centro Cultural da UFMT uma mostra inédita de sua trajetória e trabalhos de alunos de fotojornalismo da Universidade

Protesto contra a PEC dos Gastos - Brasília 2016 - https://jornalistaslivres.org/cronica-de-um-dia-tragico-em-brasilia/
A esperada grande exposição de fotografias, vídeos, documentários e reportagens dos Jornalistas Livres Vinicius Souza e Maria Eugênia Sá já tem data marcada: 13 de dezembro de 2018 a 15 de fevereiro de 2019. Além dos trabalhos retratados no livro homônimo lançado em 2017, a exposição Jornalismo Independente do Analógico ao Digital – 15 anos da MediaQuatro, traz ainda, em comemoração aos 300 de Cuiabá, coberturas de eventos realizados esse ano na cidade e 15 fotografias e matérias especialmente preparadas pelos alunos da disciplina de Fotojornalismo I do curso de Jornalismo da UFMT Campus Cuiabá. Nesses mais de dois meses, estarão à disposição do público histórias de luta, superação, violência, injustiça, mobilização e esperança coletadas na África, Ásia, Europa, Estados Unidos e América Latina, incluindo, claro, Brasil e Mato Grosso.

29ª Romaria dos Trabalhadores e Trabalhadoras e da 1º Romaria da Terra e das Águas – Cuiabá 2018 – https://www.mediaquatro.com/single-post/2018/05/02/%E2%80%9CDireitos-n%C3%A3o-se-pede-de-joelhos-exige-se-de-p%C3%A9%E2%80%9D

Por mais de uma década e meia, Vinicius Souza e Maria Eugênia Sá têm trabalhado, desde a produção até a distribuição, em meios impressos e na Internet, em mídia analógica e digital, temas como o fim da guerra em Angola, o preconceito racial na Europa, os movimentos separatistas na Caxemira, a violência urbana na Colômbia, a tragédia das minas terrestres, as manifestações políticas no Brasil… Esses trabalhos, reconhecidos, premiados e expostos no país e no exterior, são inéditos em Cuiabá e seguem o que a dupla chama de cobertura das Realidades e Invisibilidades Midiáticas: problemas que atingem de forma profunda imensos contingentes populacionais sem receber os holofotes da imprensa hegemônica. Para eles, o verdadeiro sentido da Comunicação Social, capturada na película ou no pixel e divulgada no papel ou na internet, é reportar a vida real. É mostrar ao mundo, e de volta aos atores da trama humana enfocada, que juntos podemos construir um mundo melhor.

O conflito de 80 anos na Caxemira é um dos temas ausentes da m;idia tradicional – Srinagar – 2004 – http://mediaquatr.dominiotemporario.com/caxemira-cc.html

Serviço:
Exposição Jornalismo Independente do Analógico ao Digital – 15 anos da MediaQuatro
Visitação: 13/12/2018 a 15/02/2019 – 7:30 às 11:30 e 13:30 às 17:30
Centro Cultural da UFMT – Av. Edgar Vieira, 513-549 – Boa Esperança, Cuiabá – MT
Entrada Franca
Contatos: Vinicius Souza – (11) 9931-0666 / (65) 99635 3376 http://www.mediaquatro.com

As minas terrestres seguem fazendo vítimas em alguns dos 11 países da América Latina com campos minados – Colômbia 2005 – http://mediaquatr.dominiotemporario.com/minas-folha.html

Categorias
ArteArtigoCidadaniaCidadesComunicaçãoCuiabáCuiabáCulturaDireitos HumanosfotografiaGolpejornalismoManifestaçõesMato GrossoMídiaMovimentos SociaisUFMTUniversidades públicas
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish