Jovem indígena Pankará é aprovado em 1º lugar para medicina na Universidade de Brasília

Emanuel Lopes Pereira Basto, 17 anos, irá ingressar no 1° bimestre de 2020

Via Mídia Índia

É resistência que chama?

Enquanto Bolsonaro faz de tudo para exterminar os povos indígenas, eles resistem, e ocupam espaços de poder que são dominados pelas elites do país.

Emanuel Lopes Pereira Basto, 17 anos, 1° Lugar para medicina na Universidade de Brasília, irá ingressar 1° bimestre de 2020, índio do Povo Pankará da Serra do Arapuá- Carnaubeira da Penha PE.
Seus pais estão entre as maiores lideranças indígenas do Nordeste, Cacique Ary Pankará e Luciete Pankará. Mais uma conquista e fruto da luta dos povos indígenas de Pernambuco, uma vitória da nação Pankará, povos geográficamente com uma certa distância, cada um com sua cultura própria, porém unidos nas mesma luta, a preservação e manutenção do seus territórios, das suas culturas e costumes.
O guerreiro Pankará afirma que não será fácil sair do aconchego da sua família é se afasta um pouco da sua cultura, mais com as forças dos encantos de Luz, irá vencer, ate porque ele estará representando seu povo.

Categorias
DestaquesDireitos HumanosÍndiosRecife
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish

Relacionado com