Estado de São Paulo discute a criação de nova área protegida na Serra da Mantiqueira

.

Entre tantas notícias perversas relacionadas ao meio ambiente do Brasil, surge na rede um sinal de sabedoria entre a ganância do sistema e seus mercadores.

Conta uma lenda que o sol se apaixonou por uma formosa índia e ela também se encantou por ele. E a lua enciumada, foi se lamentar com o Deus Tupã que colocou uma imponente montanha sobre a índia, aprisionando-a para sempre. Desde então a índia chora dias e noites com saudades do sol e suas águas enchem os veios da montanha, transbordando nos rios e cachoeiras que escorrem pela Serra da Mantiqueira. E por isso os tupis a chamavam de amantikir, a montanha que chora.

A majestosa Serra da Mantiqueira, colossal cadeia de montanhas que percorre e divide os Estados de SP, RJ e MG.

“A Serra da Mantiqueira desde há muito tempo desperta o interesse de naturalistas, conservacionistas e demais estudiosos dos seus aspectos geológicos, geomorfológicos, bióticos, culturais, entre outros atributos desse patrimônio natural do Brasil.

A Prefeitura  de Cruzeiro, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, convida a população para participar da audiência pública referente à proposta de criação do Monumento Natural Mantiqueira Paulista. O encontro acontece no dia 19  de dezembro, às 17h, no Teatro Capitólio “José Jorge Santiago”, com a participação de apoio da Fundação Florestal.

O relatório impresso está disponível para consulta até o dia 19, na Secretaria de Meio Ambiente, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, à Rua Pedro Ribeiro da Silva nº280, Vila Paulo Romeu – Bosque Municipal Rogério Mariano. A versão digital está no site da Fundação Florestal:

http://smastr20.blob.core.windows.net/fundacaoflorestal/proposta-de-criacao-monumento-natural-mantiqueira-paulista.pdf

A proposta do Monumento Natural Mantiqueira Paulista foi amplamente informada e debatida com as sociedades locais em Piquete e Cruzeiro, (com ênfase no diálogo com os proprietários), e regionalmente com o GT Mantiqueira, Conselho da APA Federal da Serra da Mantiqueira e Conselho do Mosaico Mantiqueira.

Durante esses debates locais e regionais, foram registradas manifestações de apoio, ceticismo ou rejeição à proposta. Todos os posicionamentos foram ouvidos e contra-argumentados da forma mais respeitosa, técnica e democrática possível, posto que esse é o objetivo e o espírito do processo de informação e debate públicos. Ressalte-se que muitas das posições céticas e contrárias ao MONA se alteraram à medida que informações detalhadas sobre a proposta foram apresentadas e mudanças de limites foram feitas.

Importante registrar que a utilização da base estadual do CAR – Cadastro Ambiental Rural, espacialmente representada em figura abaixo, foi fundamental para que os proprietários da área de estudos fossem contatados para participar dos eventos de informação e debates sobre a proposta do MONA.”

Mapa da área de estudos da proposta de Unidade de Conservação de
Proteção Integral nos municípios de Piquete e Cruzeiro, com 16.452 ha

Propriedades com Cadastro Ambiental Rural e Certificação SIGEF na
área de estudos

Mapa da proposta do MONA Mantiqueira Paulista e a especialização
do status de proteção da vegetação nativa previstos na “Lei da Mata Atlântica”
(Lei 11.428/2006)

A audiência publica se realizará no dia 19 de dezembro de 2019, às 17h00, no Teatro Capitólio “Jorge José Santiago”, Rua Engenheiro Antonio Penido, 636, Centro, Cruzeiro/SP.

Fotos por Blog Trilheiros.Net© e Helio Carlos Mello©

Categorias
Artigo
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish

Relacionado com