Diário do Bolso: tem gente duvidando que testei positivo para a covid-19

José Roberto Torero

Ah, Diário, quanta desconfiança…

Você não imagina, mas o pessoal está duvidando que eu tenha testado positivo para a covid-19.

Será que foi por causa que eu briguei para não mostrar meu teste anterior, que teria dado negativo, e agora fiz questão de mostrar este, que deu positivo?

Será que é por causa que os outros testes tinham nomes diferentes do meu, e este tem o meu próprio nome?

Será que pensam que eu quero fingir que estou com covid para dizer que fui curado pela cloroquina?

Será que acham que vou usar isso para não ter que dar depoimento pessoalmente na PF?

Será que acreditam que eu quero dar uma de coitadinho, só por causa queeste é o pior momento do meu governo e meu ibope está mais por baixo que umbigo de cobra?

Será? Será?

Ah, Diário, eu mereço tanta desconfiança?

Eu já menti alguma vez?

Kkk!

#diariodobolso

Por José Roberto Torero, autor de livros, como “O Chalaça”, e vencedor do Prêmio Jabuti de 1995. Além disso, escreveu roteiros para cinema e tevê, como em Retrato Falado para Rede Globo do Brasil. Também foi colunista de Esportes da Folha de S.Paulo entre 1998 e 2012.

PS: Faltam seis dias para o fim da campanha do Diário do Bolso 3. Estou pensando em mandar uma pílula de cloroquina como brinde, porque aquela porcaria tá sobrando, talkei? Olha o link aqui: https://www.catarse.me/DiariodoBolso3?ref=project_link

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Diário do Bolso: “se gritar ‘pega Centrão’, não fica um”

O general Augusto Heleno, que cantou “Se gritar ‘pega Centrão’, não fica um, meu irmão…”, agora diz que o Centrão nem existe. Acho que ele vai trocar a letra dessa música pra alguma coisa assim: “Se gritar ‘pega Centrão’, o governo inteiro levanta a mão…”

Diário do Bolso: entupido e não cheirando bem

Os canhotos riem, mas esse meu entupimento veio bem a calhar. Como estou com cagaço de enfrentar essa CPI da covid, aproveitei o meu estado descocomentoso pra me fazer de vítima. Aquela foto de mim cheio de tubo já foi isso. Porque o meu marquetim é esse: quando não tô matando, tô morrendo.

Diário do Bolso: a esquerdalha ri do meu soluço, hic

Teve um sujeito que, hic, disse que o Lira tinha que botar o, hic, pedido de impitimem em pauta, que aí o susto, hic, ia me curar. E outro respondeu que melhor ainda seriadizer que, hic, tinham recuperado as, hic, mensagens do celular do Dominghetti.