Denúncia e nota da defesa de Bendine, ex-presidente do BB e da Petrobras

A Procuradoria da República do Paraná ofereceu hoje (22) denúncia contra Aldemir Bendine, ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras. Os procuradores afirmam que Aldemir Bendine “recebeu a vantagem indevida no importe de R$ 3 milhões de reais, paga por Marcelo Odebrecht e Fernando Reis.”

Nota emitida pelo advogado Pierpaolo Bottini, defensor de Bendine, e enviada aos Jornalistas Livres, rebate as acusações. Diz a nota: “A defesa reitera que a atuação de Aldemir Bendine no Banco do Brasil e na Petrobras pautou-se pela legalidade, e não houve benefício à Odebrecht ou a qualquer outra empresa no período em que presidiu as entidades.”

Nota
1 Para ver a denúncia do MPF: http://www.mpf.mp.br/pr/sala-de-imprensa/noticias-pr/aldemir-bendine-e-denunciado-na-operacao-lava-jato

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS