CBF é o grande símbolo de combate à corrupção em manifestação

por Jornalistas Livres

Camisa da Confederação Brasileira de Futebol é eleita o look do dia por manifestantes

1-zpuaj9Z6-nB4R5IiENDP8w

O Brasil parecer ser mesmo o país das contradições neste momento. Entre tantos pluralismos e incongruências, um saltou aos olhos dos observadores atentos: milhares de manifestantes vestiram a camisa da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para bradar contra a corrupção.

Apontada internacionalmente como uma das organizações esportivas mais corruptas do mundo, a CBF teve hoje seu dia de glória e redenção. Sua camisa foi o uniforme dos que foram à Avenida Paulista, domingo, 15/3, protestar contra a corrupção. A entidade é a mesma cuja a sede foi invadida por manifestantes, em 2013, no Rio de Janeiro, revoltados por causa de denúncias de… vejam bem…corrupção.

Segundo informações divulgadas pelo jornal eletrônico francês Mediapart como parte de uma investigação conduzida pelo banco Pache, o ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira, teria 30 milhões de euros (cerca de R$ 100 milhões) em uma conta secreta, em Mônaco. O caso estaria sendo investigado pelas autoridades do principado por lavagem de dinheiro, em um processo conduzido pelo juiz Pierre Kuentz. No Brasil, o mesmo tema foi alvo de CPI, em 2007.

1-koky-DqRDRv92ARM4Zv8zA

O britânico Andrew Jennings, um dos maiores jornalistas investigativos do mundo na área do futebol, descobriu e divulgou milionárias propinas recebidas por Ricardo Teixeira e João Havelange ao longo de muitos anos, pelas mãos de uma falecida empresa de marketing esportivo chamada ISL, que levaram á renúncia de Havelange da presidência da Federação Internacional de Futebol (FIFA).

A vestimenta contraditória foi adotada até pelo presidente nacional do PSDB, o senador mineiro Aécio Neves. O candidato derrotado nas últimas eleições gravou uma declaração conclamado a população a comparecer no protesto, mas passou o domingo em seu apartamento na Avenida Vieira Souto, orla do Rio de Janeiro, em Ipanema.

Aécio inclusive não apareceu na manifestação em Copacabana, a poucos quilômetros de distância de sua casa. Mas foi visto na janela, vestindo uma camisa amarela da seleção brasileira e falando ao telefone. Coerência para o quê mesmo? O importante é exigir o fim da corrupção.

1-l3nLMZtM1A_MYdGDasuZLg

Categorias
Política
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish

Relacionado com