URGENTE: POLÍCIA DO RIO ACABA DE MATAR MAIS UM JOVEM NEGRO

Cidade de Deus, onde a polícia se comporta como Satanás
Cidade de Deus, onde a polícia se comporta como Satanás

Polícia do Rio, comandada pelo genocida Wilson Witzel, mata mais um jovem negro. A vítima agora se chama João Vitor da Rocha, de apenas 18 anos! É todo dia, é terror o dia inteiro! Revolta!

João Vitor foi tirado da comunidade e levado dentro da Caveirão para algum lugar, onde nunca chegou. Estava morto.

O assassinato cometido pela polícia ocorreu durante uma ação social de distribuição de cestas básicas na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio. O líder comunitário Jota Marques gravou a cena e a retirada do jovem, dentro do sinistro veículo policial.

A PM disse que João Vitor chegou a ser socorrido no Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, também na Zona Oeste.

Como sempre, a polícia disse que “foi atacada e que só revidou diante de injusta agressão”. É sempre assim. Os policiais matam, mas as vítimas é que são culpadas.

Até quando esse desespero! Até quando?

 

 

 

 

COMENTÁRIOS

  • POSTS RELACIONADOS

    #19JCuiabá: Vida, Vacina e Comida

    No Brasil, uma verdade anda nas cabeças, nas bocas, nos ônibus, metrôs e lares: enquanto a família Bolsonaro e os generais estiverem no poder não há possibilidade de acabarmos com o sofrimento do povo, com a pandemia e com o crescimento da fome e da miséria.

    NAKBA: 73 anos de resistência palestina  

    As agressões do ocupante sionista são parte da Nakba, palavra árabe que significa tragédia, e designa os eventos sinistros que se sucederam após a fundação do chamado estado judeu de Israel, em 1948.

    >