Son Salvador, chargista mineiro, morre aos 70 anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Uma semana triste para o mundo do humor. Na sexta-feira foi o designer gráfico e chargista Arnaldo Torres, o Atorres, de 55 anos, que não resistiu a um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e morreu em Belém. Neste sábado lamentamos o falecimento de Gérson Salvador Pinto, o Son Salvador, chargista que os Jornalistas Livres tiveram o prazer de mostrar seus trabalhos aos leitores. Mineiro de Sabará, Son faleceu aos 70 anos na madrugada deste dia 23, no Hospital Vila da Serra, em Belo Horizonte, onde estava internado para tratamento de problemas respiratórios.

Son Salvador deixa a viúva Francisca Pinto, os filhos Gérson e Frances, os netos Davi e Samuel, além de um imenso legado para o jornalismo esportivo e humor de Minas Gerais.  Ele começou a trabalhar no Sindicato dos Bancários como ilustrador e chargista, de onde saiu aos 27 anos para trabalhar nos jornais Diário da Tarde, hoje extinto, e depois no Estado de Minas.

A partir de 2007, comandou o programa de esportes Aqui Esportes, da TV Horizonte. Son Salvador era também baterista e gostava de ouvir clássicos nacionais e internacionais. “Era um ótimo companheiro de trabalho, sempre gentil, bem humorado e cheio de prosa. Uma perda enorme para o jornalismo e para os amigos a sua partida. Vá em paz, Son”, escreveu a presidenta do Sindicato dos Jornalistas de MG, Alessandra Mello.

COMENTÁRIOS

  • POSTS RELACIONADOS

    >