Sindicato lança cartilha contra assédio sobre professores

Entidade reúne leis e jurisprudências vigentes para auxiliar docentes a se protegerem do denuncismo

Com a ascenção do fascismo no Brasil, projetos inconstitucionais que numa democracia de fato seriam simplesmente ignorados, voltam a ganhar força. Nesse final de ano, por exemplo, já tivemos deputada eleita e o próprio futuro presidente pedindo para alunos filmarem professores “doutrinadores” e nomeando profissionais e instituições que estariam no alvo de políticas marchartistas.

Para ajudar os professores a se protegerem dessa insanidade, a APUB – Sindicato dos Professores das Instituições Federais de Ensino Superior da Bahia acaba de lançar uma cartilha com os artigos da Constituição, legislação ordinária e jurisprudências que asseguram o direto de ensinar e aprender. Informação de qualidade contra as fake news. Por isso os Jornalistas Livres apoiamos e divulgamos esse material

Para ter acesso à cartilha, clique no link abaixo:

CARTILHA PROFESSORES PARA REDES SOCIAIS

E para saber mais, assista ao documentário Escola Sem Censura

Categorias
DemocraciaDireitos HumanosDireitos SociaisEducaçãoGeralMovimentos Sociais
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta