Perseguição política sem cerimônia!

Carta de Katia Passos sobre as prisões injustas do lutadores pela moradia. São três negras e um negro preso injustamente e vítimas de um conluio criminoso.

PERSEGUIÇÃO POLÍTICA SEM CERIMÔNIA!
A repórter Katia Passos, da rede Jornalistas Livres esteve no “Boa Noite Presidente Lula”, uma ação realizada por coletivos que lutam pela liberdade do ex-presidente, sempre às quartas-feiras, 20h. Na ocasião, uma breve carta que denuncia as prisões políticas de lideranças dos movimentos de moradia foi lida na rua. Além disso, informações sobre um apelo feito por parlamentares e advogados, nesta quarta (3), no Tribunal de Justiça do Estado de SP, quanto às prisões, também foram divulgadas. Veja trecho dessa intervenção realizada em nome da rede Jornalistas Livres que continua acompanhando de perto o caminhar desse caso de clara perseguição política e assista, na sequência, a transmissão ao vivo aqui para entender tudo o que rolou no TJ: https://www.facebook.com/jornalistaslivres/videos/2383321911945385/
Preta, Angélica, Ednalva e Sidney livres já!
#VidasNegrasImportam

Veja a integra da Carta:

“Na segunda feira, 24 de junho, vimos mais um episódio de perseguição política se repetir no Brasil, desta vez em São Paulo.
Foram presos, em princípio, temporariamente, por cinco dias, as seguintes lideranças de movimentos de moradia: Preta Ferreira, Edinalva Franco, Angélica Lima e Sidney Ferreira. A acusação: denúncias de extorsão.


Detalhe: as denúncias vêm de um número ínfimo de moradores que não pagavam uma taxa legal que é cobrada nas ocupações, registrada e assinada de comum acordo pelos denunciantes, via estatuto, para o investimento e melhoria dos espaços dos prédios ocupados, em um claro cumprimento de uma tarefa que deveria ser de um Estado que não se importa com os pobres, principalmente quando eles são negros. Esse mal pagadores, conforme estatuto, tinham que deixar a ocupação, por isso, denunciaram as lideranças. E não é à toa que todos os presos, agora preventivamente, sem data para sair, são negros, sim, os quatro são trabalhadores negros!

O inquérito policial é uma verdadeira vergonha! Publicado e analisado em matéria recente pela rede Jornalistas Livres, é criminalizador, preconceituoso com raça e classe e ainda por cima, mal escrito, evidenciando a perseguição política e racial daqueles que se revoltam com as atrocidades dos governo de Doria e Bolsonaro e isso deixa muito claro os objetivos dessa narrativa persecutória que não para de ser construída desde o impeachment da presidenta Dilma que culminou na prisão de Lula.
Se Lula está preso sem provas, sem crimes, qual será o destino dos movimentos de moradias, dos movimentos sociais que Bolsonaro prometeu perseguir exteminar já em sua campanha?
Não podemos deixar de denunciar todos os dias todas as prisões políticas de nosso país. Vamos acompanhar dia a dia o desfecho de todos os casos! Nada de respiro para eles!!
Lula Livre Já, Preta, Ednivalva, Angélica e Sidney Livres Já!! Vidas negras Importam!!

Katia Passos, Jornalistas Livres”

Categorias
DestaquesInjustiçaLuta por Moradia
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta