O plano desse governo é exterminar os brasileiros

De autor desconhecido, com charge de Éder

 

1- A ministra a musa do veneno libera registros de agrotóxicos altamente tóxicos (um deles, o glifosato, ligado à morte de abelhas e já proibido nos EUA). Quinhentos milhões de abelhas já morreram em três meses avaliam associações de apicultores.

2- A demarcação de terras indígenas foi para o Ministério da Agricultura e vai sendo revista, ampliando a atuação dos EUA. E o risco aumentou para os povos onde suas lideranças são atacadas e mortas a cada momento.

3- O primeiro projeto do senador filho do presidente é liberar fabricação de armas de fogo no país.

4- O feminicídio no Brasil, só em 2019, passa dos 200 casos. Cem deles apenas em janeiro e preocupa a Comissão Interamericana de Direitos Humanos.

5- País que mais mata no mundo, 62.500 homicídios, Brasil tem a 7ª Taxa de homicídios de jovens do mundo, e 75% são negros.

6- O pacote anti-crime do Moro torna a polícia mais abusiva e mais propensa a matar, e isso pode aumentar o número de mortes de inocentes. Quem mais serão atingidos são negros e favelados.

7- O Moro que abaixar o imposto do cigarro. Ou seja, com o cigarro mais barato, fumem bastante, e morram de câncer.

8- O presidente quer retirar todos radares das estradas. Segundo especialistas, vai aumentar o número de mortes nas estradas.

9- O programa Mais Médicos, que esse governo destruiu mandando os médicos cubanos de volta para Cuba, em três meses tem 1.052 desistências. Você imagina o número de pessoas que ficaram sem assistência?

10- A criação de Núcleo Regulatório Ambiental visa facilitar e perdoar multas aplicadas. Pode prejudicar a Amazônia com desmatamento desenfreado.

11- Cortes na cultura, ministros falarem que nazismo é de esquerda, que vai tirar o golpe militar e ditadura dos livros de didáticos. Mata a gente por dentro.

12- Acabar com 35 conselhos e comissões de direitos já adquiridos nos governos anteriores. Mata a gente de raiva.

 

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornalistas Livres

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Lula acerta na economia?

Até agora o governo Lula 3 se configura como independente e assertivo na área econômica. Pode-se dizer que fosse economista, o Lula atual seria um desenvolvimentista, keynesiano e heterodoxo.