Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Apagaram tudo

Pintaram tudo de cinza

A palavra no muro

Ficou coberta de tinta

Apagaram tudo

Pintaram tudo de cinza

Só ficou no muro

Tristeza e tinta fresca

Marisa Monte, autora dos versos acima, declarou em uma entrevista, que chamou Carlinhos Brown para ver as mensagens de sabedoria de Gentileza escritas nos muros de um viaduto do Rio. Ao chegarem, se depararam com pilastras cinzas. Assim surgiu sua canção Gentileza, gravada em 2000.

Ele escrevia suas mensagens nas pilastras de concreto do Viaduto do Caju, no Rio, formando um livro urbano. Em 1997, no entanto, o Doria da época decidiu passar tinta cinza sobre seus escritos.

“Gentileza gera gentileza” era o mote do profeta Gentileza, como é classificado por muitos o já falecido José Datrino. “Gentileza era um sábio, tinha uma percepção da realidade diferente da nossa. E era um místico também. Todos os profetas não foram reconhecidos em sua época”, afirma Leonardo Guelman, professor do Departamento de Arte da UFF, coordenador do projeto Rio com Gentileza e autor dos livros Univvverrsso Gentileza (Editora Mundo das Ideias) e Brasil Tempo de Gentileza (Editora Eduff).

Com informações do Reduto Cultural (http://redutocultural.blogspot.com.br/)

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

>