Lideranças políticas do Brasil e do mundo declaram apoio a Nicolás Maduro

Abaixo, seguem algumas declarações.

O Presidente da Bolivia, Evo Morales, manifesta seu repúdio contra o atentado contra Maduro em sua pagina no Twitter.

 

Secretaria internacional del @ptbrasil, Monica Valente (@movalente), también manifiesta solidaridad con @NicolasMaduro y con el pueblo de Venezuela.

 

 

 

 

    

 

 

 

 

NOTA DO MST EM SOLIDARIEDADE A NICOLÁS MADURO

Solidariedade ao presidente Maduro e ao povo da Venezuela

As forças do capital no império dos Estados Unidos já assassinaram muitos lideres populares na América Latina ao longo do século XX para manter seu poder e seguir nos explorando.

Basta lembrar de Sandino, Torrijos. Até mesmo dentro dos Estados Unidos, como aconteceu com Malcom X e Luther King.

Porém isso nunca conseguiu deter a força de nossos povos em seguir lutando por sociedades mais justas e igualitárias.

Esse atentado ao Presidente Maduro, que felizmente saiu ileso, reforçará ainda mais o processo bolivariano e a vontade de soberania de todos os povos latino-americanos.

Daqui do Brasil, em nome do Movimento dos Trabalhadores Rurais (MST) e de todos os movimentos populares reunidos na FRNETE BRASIL POPULAR, manifestamos nossa indignação em relação ao atentado e nossa solidariedade ao Presidente Maduro e ao povo venezuelano.

Seguiremos ainda mais alertas e anti-imperialistas!

Joao Pedro Stedile
Direção Nacional do MST – Movimento dos Trabalhadores Sem Terra

 

Nota do PCdoB sobre o atentado sofrido pelo presidente da Venezuela

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) expressa seu mais firme repúdio ao atentado dirigido contra a vida do presidente da República Bolivariana da Venezuela, Nicolás Maduro Moros, ocorrido neste sábado (4) em Caracas, durante as comemorações de 81 anos da Guarda Nacional Bolivariana e de um ano da Assembleia Nacional Constituinte.

O ataque, que felizmente não atingiu seu nefasto objetivo mas deixou feridos sete membros do governo, desnuda a face antidemocrática e terrorista de parte da oposição venezuelana, que age a serviço de interesses externos.

O chamado “Grupo de Lima”, do qual faz parte o ilegítimo governo brasileiro, transforma a Venezuela em alvo constante de agressões diplomáticas, das quais se alimenta a crise política interna e o recurso a métodos criminosos de oposição política, em total desprezo pela democracia e pelos direitos humanos.

Expressamos nossa solidariedade ao povo venezuelano e ao Governo do Presidente Nicolás Maduro, que em pronunciamento pouco depois do fato renovou seu apelo à paz, e alertamos para a necessidade de diálogo entre os venezuelanos.

Walter Sorrentino

Vice-Presidente Nacional e Secretário de Política e Relações Internacionais do PCdoB

Foram inúmeras notas de apoio a Maduro, em repúdio ao ataque sofrido. 

https://twitter.com/ilPCI/status/1025881224697602051?s=20
https://twitter.com/PC_Atacama/status/1025898666387759104?s=20
https://twitter.com/EmbVZLAParaguay/status/1025918296904876033?s=20
https://twitter.com/pca_rrii/status/1025891659287068672?s=20
https://twitter.com/PCA_sevilla/status/1025886107190390786?s=20


https://twitter.com/humanidadenred/status/1025914600649179142?s=20


https://twitter.com/CubaMINREX/status/1025904650032238592?s=20

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS