Justiça suspende decreto que extinguiu peritos do combate à tortura

O Juiz Osair de Oliveira Jr., da 6ª Vara Federal do RJ, determinou que os 11 especialistas sejam reintegrados aos cargos comissionados com remuneração.

A Justiça Federal do Rio de Janeiro suspendeu decreto de Jair Bolsonaro que extinguiu cargos do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT).

O Juiz Osair de Oliveira Jr., da 6ª Vara Federal do RJ, determinou que os 11 especialistas sejam reintegrados aos cargos comissionados com remuneração.

Hoje, 12, às 20h, a procuradora regional Eugênia Gonzaga, ex-presidenta da Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos Políticos que também foi exonerada por decisão presidencial conversa com exclusividade com os Jornalistas Livres, ao vivo.

Categorias
DestaquesDireitos HumanosGeral
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta