ENTREVISTAS A CANDIDATOS A VEREANÇA EM SC ESTREIAM TERÇA (20/10)

O quadro “Democracia e cidades: eleições em Santa Catarina” estreia nesta terça, 20, por Florianópolis, onde se consolidou. a aliança de esquerda mais ampla e forte do cenário eleitoral brasileiro deste ano.Acompanhe pelo link do youtube.

ENTREVISTAS A CANDIDATOS A VEREANÇA EM SC ESTREIAM TERÇA

Primeira rodada do programa enfoca cenário eleitoral de Florianópolis, pioneira no pais na formação de uma frente unificada de esquerda

Jornalistas Livres iniciam nesta terça-feira uma série de entrevistas com candidatos a vereadores nas eleições municipais de Santa Catarina. O quadro “Democracia e cidades: eleições em Santa Catarina” estreia nesta terça, 20, por Florianópolis, onde se consolidou a aliança de esquerda mais ampla e forte do cenário eleitoral brasileiro deste ano. Terá continuidade todas as terças, sempre das 20 às 21h30, com novos candidatos e municípios.


Das 20 horas às 21h30, os Jornalistas Livres entrevistam cinco candidatos que compõem a Frente de Esquerda de Florianópolis: Elenira Vilela – PT; Leonardo Contin – PCdoB; Margareth Hernandes – PSB; Tânia Ramos – PSoL e Vanderlei Faria, o “Lela” – PDT. Eles serão apresentados, falarão sobre suas motivações na vida politica, explicarão suas propostas para problemas específicos da cidade e responderão questões sobre democracia e participação popular, gestão da cidade e fiscalização do poder público. Ouvintes podem participar comentando e formulando perguntas que os candidatos poderão responder antes ou depois do programa.


Integram a frente oito agremiações partidárias: o PSoL, PT, PDT, PSB, PCdoB, Rede e UP. A frente também recebe apoio do Polo Comunista Luiz Carlos Prestes e Unidade Comunista Brasileira (organizações politicas sem registro no TRE), além de apoio critico do PCB.

O quadro de entrevistas a candidatos às Câmaras Municipais em Santa Catarina será conduzido pela jornalista catarinense Raquel Wandelli com apoio técnico da equipe dos JL. A rodada integra a programação nacional “Eleições 2020: o que está em jogo”, que vem sendo realizada semanalmente pelos Jornalistas Livres em diversas capitais e municípios de estados brasileiros.

Uma nova rodada centrada na capital ocorrerá no dia 27 de outubro, com mais cinco candidatos da Frente Democrática por Florianópolis, totalizando dez postulantes ao cargo de vereador. A etapa seguinte está agendada para o dia 3 de novembro, ai, sim, com entrevistas abarcando a disputa eleitoral em diversos municípios do estado de Santa Catarina.

Entrevistados desta terça (20/10)

Elenira Vilela, candidata a vereadora pelo PT com o número 13013, 44 anos, é mãe de Cauê e Luan, professora há 25 anos e militante há mais de 30. Tem concentrado sua luta na defesa da ciência, educação e dos direitos de trabalhadores contra toda forma de exploração. Licenciada em Matemática e mestra em Educação pela UFSC. Feminista e sindicalista, atua na direção do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação (SINASEFE), atualmente licenciada.

Leonardo Contin da Costa, candidato em primeira eleição pelo PCdoB, com o número 65777. Tem 34 anos, é advogado e jornalista. Empregado concursado da Celesc, estatal de energia em SC há 14 anos, é dirigente licenciado do Sindicato dos Eletricitários da Grande Florianópolis. Pretende retomar a cadeira dos eletricitários na Câmara de Vereadores e fortalecer as lutas das trabalhadores, além da luta pelos direitos ambientais e animais.

Margareth da Silva Hernandes é candidata a vereadora pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), com o número 40400. Advogada, especializou-se em Gênero e Diversidade pela UFSC e em Processo Civil pelo Cesusc. Atualmente, preside a Comissão de Direito Homoafetivo e Gênero da OAB SC e exerce o cargo de secretária adjunta da Comissão da Diversidade Sexual e Gênero da OAB Nacional. E também coordenadora jurídica adjunta da Aliança Nacional LGBTI.

Tânia Ramos atua em movimentos em defesa da saúde, educação e moradias populares em locais de disputa social. Na Gestão da Frente Popular, participou do Núcleo Gestor do Plano Diretor do Continente e foi secretária executiva da Secretaria Regional do Continente. Participou do Conselho Municipal de Habitação e dos Fóruns Contra as Privatizações e de Participação de Mulheres na Política. Presidenta da Associação Cultural Creche A Casa do Povo, na Coloninha, integra o Conselho Municipal de Saúde, e a diretoria da UFECO.

Vanderlei Farias, o “Lela”, concorre ao terceiro mandato a vereador de Florianópolis pelo PDT. Foi presidente do Conselho Comunitário Fazenda do Rio Tavares e administrador distrital do Campeche. Em dois mandatos na Câmara de Vereadores, evitou prejuízo de mais de 100 milhões aos cofres públicos, atuando na fiscalização dos recursos. Suas principais bandeiras são o fortalecimento da educação, cultura, políticas públicas e direitos trabalhistas. Graduado em Gestão Pública, é baterista amador, filho de pedreiro e costureira, manezinho do Rio Tavares, casado com Suze e pai de Eduarda.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS