Diário do Bolso: vou te confessar, eu odeio o Flávio Dino!

O cara parece um dinossauro. Vou até chamar ele assim: Flávio Dinossauro. O Olavo vai gostar. O que me dá mais raiva é que ele paga o maior piso salarial para professores no Brasil: R$ 5.751!

José Roberto Torero*

Diário, vou te confessar uma coisa: eu odeio o Flávio Dino!

Você sabe que eu odeio muita gente: esquerdista, quilombola, nordestino, estrangeiro que não seja dos Estados Unidos, jornalista, índio, corintiano, o Lula, o Glenn, fiscais, quem pensa diferente de mim, etc… Mas ultimamente o Flávio Dino está ganhando de todo mundo.

Pra começar, ele é de um partido comunista. Nem sei se é Partido Comunista Brasileiro ou do Brasil. Mas tanto faz, pô! Como é que um partido tem o descaramento de se chamar “Comunista”? Isso devia ser proibido! O outro partido comunista trocou de nome. Virou PPS. E agora mudou de novo, para “Cidadania”. Mas o tal partido do Flávio Dino é tão descarado que manteve o “comunista”.

Outra coisa. O cara parece um dinossauro. Vou até chamar ele assim: Flávio Dinossauro. O Olavo vai gostar.

O que me dá mais raiva é que ele paga o maior piso salarial para professores no Brasil: R$ 5.751! Em São Paulo é R$ 2.585. Nem metade. No Rio de Janeiro é R$ 2.350. E no Rio Grande do Sul, R$ 1.298. O Dinossauro só paga salário alto para aparecer.

Até fico espantado dele ser do jeito que é, porque o cara foi juiz federal. E juiz não pode ser esquerdopata. Os que eu conheço são bem diferentes dele.

Olha, Diário, eu odeio tanto o Flávio Dinossauro que, no café da manhã com a mídia estrangeira, falei pro Onyx: “desses governadores paraíbas, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”. Pegou mal, mas foram só três segundos, pô. Na verdade eu amo o Nordeste. Lá tem…, eu gosto muito do…, de…, Bom, depois eu lembro de alguma de lá que eu goste.

O pior de tudo é que o paquiderme pré-histórico ainda está se colocando como candidato à presidência em 2022. No que depender de mim, o Maranhão não vai ganhar nem vale-refeição de verba federal.

Ainda bem que a esquerda nunca vai se unir. O PT jamais vai abdicar de indicar o presidente. Nem o Ciro. O PSOL até pode ser, mas é tão pequeno que nem devia ser chamar PSOL. Devia ser PLua ou PEstrelinhaCadente, kkk!

Agora o que me irrita mesmo é que o Dinossauro bancou o educadinho e disse que, se eu for no Maranhão, vou ser “bem tratado e bem recebido”.

Pô, agora que eu não vou mesmo!

@diariodobolso

*José Roberto Torero é autor de livros, como “O Chalaça”, vencedor do Prêmio Jabuti de 1995. Além disso, escreveu roteiros para cinema e tevê, como em Retrato Falado para Rede Globo do Brasil. Também foi colunista de Esportes da Folha de S. Paulo entre 1998 e 2012.

Categorias
Destaques
Um comentário
  • LUCINDA
    4 agosto 2019 at 16:12
    Comente

    Muito bem elaborado!! Crítica com humor!! Revelando os absurdos de um psicopata que foi colocado como presidente da república..

  • Deixe uma resposta

    AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish

    Relacionado com