Diário do Bolso: continuando com a entrevista oficial

Isso é coisa de comunista! Todo mundo está virando comunista. O Lobão, o Frota, o Villa, a Sherazade, o Kim Kataguri, o Dallagnol, até o Dória...

José Roberto Torero*

Diário, vai aqui a segunda parte das minhas respostas:

Herme Hansen: Mito, quando será a inauguração da fábrica de calcinhas em Marajó, para solucionar os problemas de estupro no Brasil… Vê lá com a Damares.

  • Herme, esse é um grande plano da Damares, a minha goiaba favorita. E as calcinhas vão ser todas beges, porque aí não dá vontade de fazer nada mesmo, kkk!

Nilda Mendes: Vossa excremência, lançaram um com 188 páginas com motivos para confiar no senhor, detalhe: todas em branco, o que tem a dizer sobre?

  • Estou tentando achar uma resposta, mas agora me deu um branco.

Izabel Donati Bracco: O senhor pretende encaminhar 04 e a 05 para a política?

  • A 05 não vai para a política. Filha minha não faz essas coisas!

Rafael Terpins: Se ter muitos filhos é sinal de burrice, como o senhor mesmo indicou, como e por que o Senhor se coloca como exceção?

  • Ter muitos filhos só é burrice quando é com a mesma mulher, kkk!

Miriam Mattiuzzi: Já que vossa excelência resolveu abrir a boca e cagar…opss…falar, conte a verdade: por que essa perseguição com a Educação?

  • O mundo sem educação é mais democrático, Miriam. Aí ninguém fica se achando mais inteligente que ninguém. Eu odeio esses cientistas que vem com números, dados, essas coisas e só por isso acham que estão mais certos do que eu. Por isso que esses dias eu disse: “Chega de estudiosos e de especialistas!”. E, Miriam, cá entre nós, se eu e o Lula chegamos a presidente, é porque educação não serve pra nada, talkei?

Cristhyano Silva: Biroliro, 7 de setembro está chegando… como estão os preparativos?

  • Inventei um negócio muito bacana, Cris. É o “carnaval militar”! Vamos fazer um grande desfile que mistura as duas coisas. A comissão de frente vai ser feita por generais, os carros alegóricos vão ser tanques pintados, teremos um bonecão do Ustra e a bateria vai batucar nas caveiras do pessoal do Araguaia. Coisa fina!

Roney Dutra: O que o senhor acha do metrô de SP ter placas na escada com os dizeres “deixe a esquerda livre”?

  • Isso é coisa de comunista! Todo mundo está virando comunista. O Lobão, o Frota, o Villa, a Sherazade, o Kim Kataguri, o Dallagnol, até o Dória…

Yara Cavini: Eu tenho uma pergunta técnica: a tal da “capitalização” é igualzinha a do Silvio Santos, do Baú da Felicidade? Se sim, o que a gente ganha quando acabar o carnê?

  • Um caixão.

@diariodobolso

*José Roberto Torero é autor de livros, como “O Chalaça”, vencedor do Prêmio Jabuti de 1995. Além disso, escreveu roteiros para cinema e tevê, como em Retrato Falado para Rede Globo do Brasil. Também foi colunista de Esportes da Folha de S. Paulo entre 1998 e 2012.

Categorias
Destaques
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta