Desgoverno gasta mais em armas e corta em saúde e educação

A dia a dia do desgoverno aponta que em 2019, foi o maior gasto dos últimos anos no ministério da defesa e chegou a R$ 110 bilhões. Por outro lado, em 2019 foi o menor gasto com educação frente ao PIB desde 2010. Em 2019, deixaram de ser aplicados R$ 7,6 bilhões com o gasto constitucional com a Educação.
Na saúde, em 2019, deixou de ser aplicado R$ 9 bilhões devido ao congelamento de gasto e de 2017 a 2019, a participação da saúde na receita da União caiu R$ 20,2 bilhões.
Em 2019, mais de R$ 44 bilhões de capital externo saiu da bolsa de Valores. Já em 2020, a fuga atinge R$ 34,9 bilhões. A média diária cresceu de 441%, pulando de R$ 195,5 milhões para R$ 918 milhões. Muitos investidores estrangeiros já apontam que a semelhança entre Brasil e Venezuela é maior.

Capes muda critérios de concessão de bolsas que busca combinar cursos mais bem avaliados e cidades dom menor desenvolvimentos. Especialistas apontam que 95% dos 4281 programas de pós-graduação estão em municípios mais ricos e os outros 5% não atingem o padrão de qualidade exigido. Desta forma, está mudança pode ser um instrumento para justificar a redução do número de bolsas. A Capes, que administra a concessão de bolsas,  teve redução de R4 1,4 bilhão no orçamento 2020 frente ao ano passado ou 33,1%.

 

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

>