Acompanhe a repercussão do assassinato de Marielle Franco

Foto: Mídia Ninja

A vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes foram assassinados nessa quarta, 14/03, no centro do Rio de Janeiro. A polícia carioca ainda não apresentou nenhuma pista sobre os responsáveis e mandantes do crime.

Marielle nasceu e cresceu no complexo da Maré, foi mãe jovem, se interessou pela política e foi eleita vereadora pelo PSOL/RJ. A jovem denunciava e acompanhava os casos de violência contra a juventude preta e favelada. A guerreira acabara de entrar para a Comissão que investigava a intervenção militar nas favelas do Rio e poucos dias antes de ser assassinada, ela denunciou a ação truculenta da polícia militar que assassinou jovens das periferias do Rio de Janeiro.

Informações Brasil de Fato

Confira agora minuto a minuto a repercussão do caso pelo twitter.

“Das poucas vezes que me falta a voz. Chocada. Horrorizada. Toda morte me mata um pouco. Dessa forma me mata mais. Mulher, negra, lésbica, ativista, defensora dos direitos humanos. Marielle Franco, sua voz ecoará em nós. Gritemos”. Elza Soares

“Tiraram a vida de Marielle Franco. Assassinaram uma guerreira. Por ser negra, por ser mulher e por ser guerreira. Marielle dedicou sua vida à luta contra a injustiça e a barbárie. Isso não pode ficar assim. Não podemos nos calar!” Gregorio Duvivier

“Cria da Maré, mulher, mãe, negra, vereadora, mestre em Administração Pública, lutadora. Eleita Vereadora da Câmara do Rio de Janeiro. Executada por lutar por nós, executada por lutar pelo povo periférico. Obrigada por tudo, nós somos porque você É!” Ninja

“Meus sentimentos e solidariedade aos familiares, amigos e companheiros de Marielle Franco, corajosa liderança política. O Rio de Janeiro e a democracia brasileira foram atingidos por esse crime político bárbaro. “ Lula pelo Brasil

“Horas antes de ser assassinada, a vereadora Marielle Franco postou essa mensagem no twitter. Crime guarda todas as características de execução. Identificar os autores é questão de honra p/as forças de segurança.” André Trigueiro

“A execução da vereadora do @PSOLOficial Marielle Franco me parece um recado. A cronologia dos fatos mostra isso.” Carlos Latuff

“Os trogloditas que entendem direitos humanos como sinônimo da defesa de bandidos nunca compreenderão o que significa a execução da vereadora Marielle Santos para o processo civilizatório do qual nos distanciamos a cada dia. Negra e favelada, Marielle lutava pelos seus iguais.” Rosane de Oliveira

“MC Carol faz texto emocionante sobre a morte da vereadora Marielle Franco: “Se você for negro e lutar pelos negros, vc sempre acaba EXECUTADO!!!” #MariellePresente #NãoFoiAssalto 

“Sejam policiais ou não os assassinos de Marielle, são é bandidos assassinos. Mas são bandidos “politizados”, pois mataram um quadro político de um partido de esquerda, Psol. Bandidos politizados tem nome: fascistas. No Brasil, na Itália e no mundo.” Tarso Genro

Me faltam palavras para expressar a dor com o bárbaro assassinato da vereadora Marielle do PSOL. Uma jovem negra, feminista, aguerrida militante em defesa dos direitos do povo pobre! Minha solidariedade aos familiares e amigos!” Lindbergh Farias

“- ah, mas vocês estão dizendo que marielle foi executada por policiais? – não, o que estamos dizendo é que marielle denunciava a violência policial e foi executada. a polícia (e as forças armadas, que respondem pela segurança pública no rio) é que tem obrigação de dizer quem foi”. Cynara Menezes

“Difícil acreditar que a execução a sangue frio de Marielle e do motorista Anderson Gomes seja mera coincidência após as denúncias que ela vinha fazendo sobre a violência policial no Rio. Lutaremos por justiça até o fim. Marielle, honraremos sua caminhada!” Guilherme Boulos

“Uma das últimas manifestações públicas de Marielle nas redes. Sua atuação se pautava pela defesa intransigente dos direitos humanos. Sua luta é nossa luta!” Lindbergh Farias

“Tristes dias para o país onde uma defensora dos direitos humanos é brutalmente assassinada. Lamento e repudio a morte da ativista Marielle Franco, vereadora pelo PSOL, e de Anderson Pedro Gomes, seu motorista”. Dilma Rousseff

Marielle era uma menina com a cara do Brasil: negra, criada na Favela da Maré, com uma garra invejável. Foi, muito provavelmente, executada pelo seu espírito combativo, pela denúncia permanente que fazia das atrocidades cometidas contra os pobres do Rio.” Humberto Costa

Marielle ñ é só mais um número nas estatísticas. Seu assassinato é símbolo d uma luta contra a violência estatal cometida contra pobres, negros e periféricos. É uma clara tentativa d silenciar as vozes contra a injustiça! Ñ calarão a nossa defesa por dignidade e direitos humanos.” Erika Kokay

“Ao tratar a execução da vereadora Marielle como “mais uma na estatística” a Globo deixa claro que está apoiando e sustentando a segunda ditadura em sua história.” Fatos Nacionais

“O Brasil amanhece de luto, perplexo e revoltado com a execução de Marielle Franco. Foi a gota-d’água. Hoje é dia de nos unirmos e irmos às ruas, independente de posição ideológica, política ou partidária. Por ela, por nós, por todas e todos q não aceitam a injustiça e a barbárie.” Dilma Bolada

“Marielle, em um ano de mandato como vereadora, apresentou 16 projetos de lei. Dezesseis!!! Isso num parlamento que, em geral, nada faz. Não se produz um liderança tão qualificada da noite pro dia. Tragédia.” Fábio Malini

“Estou e estamos tod@s chocad@s! Queria q fosse td um pesadelo q acaba qndo se acorda. Amanhã cedo vou pro Rio. Além da mais intensa solidariedade com família e amig@s. A vida intensa e linda da Marielle está destruída, como a do Anderson, mas seus valores jamais. Tragédia, dor.” Chico Alencar

“É com uma dor profunda que chamamos todas e todos pra vigília em homenagem a vereadora Marielle Franco, na Cinelândia. O velório será às 11h, na Câmara de Vereadores. Nós da equipe Freixo compartilhamos muitas lutas e alegrias com Mari, experiências que jamais serão esquecidas.” Marcelo Freixo

“Chegamos a outro fundo do poço. Uma mulher negra, LGBT, da Maré, mãe, vereadora, foi executada. Nove tiros no sonho de uma sociedade mais justa. Eu conheci a Marielle, votei nela. E por tê-la como minha representante me sinto obrigada a lutar por justiça.” Leandra Leal

“Atos por todo o País: não nos calarão! Marielle e Anderson, presentes!” Gleisi Hoffmann

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS