Abaixo o tapetão de Moro!

Há três horas Lula está depondo em Curitiba. Frente a frente, ele e o juiz Moro travam um batalha pela verdade. Do lado de Lula, estão milhões de trabalhadores e a ausência de provas de que ele é culpado pela roubalheira que tomou conta do Brasil. Já com Moro estão os interesses que há séculos devastam o povo pobre; a mídia subjugada pelos ricos; e, como disse aquele infeliz procurador, a mera “convicção” de que Lula é culpado e pronto.

A intensa mobilização que reúne milhares e milhares de pessoas na capital do Paraná mostra em quem o povo acredita. E olha que não faltaram provocações para intimidar manifestantes armados apenas com o desejo de verem a vitória da Justiça verdadeira e da democracia.

Fascistas dispararam morteiros no acampamento dos sem terra, policiais truculentos desfilaram em posição de ataque e cercaram o lugar do depoimento. Covardia e truculência habituais no governo tucano de Beto Richa.

O depoimento deve durar mais algumas horas. Mas o recado já foi enviado aos que pretendem demolir a frágil democracia do país. Assim como aconteceu na maior greve geral da história brasileira, em 28 de abril, trabalhadores, trabalhadoras e jovens não descansarão até que os ladrões inquilinos do Planalto sejam expulsos do Poder. O que passa pela defesa de julgamentos justos, em vez do vergonhoso tapetão antipopular montado em Curitiba por Moro e sua turma.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Lula inicia caravana pelo nordeste

Alvo de diversas campanhas que pediam que o país fosse separado, o Nordeste tem um papel fundamental na construção do Brasil. Entre os dias 17