A peste, por Dirce Waltrick do Amarante

O governo ia tão mal, mas tão mal, que deram graças a Deus (nesse país há muito tempo que só existia um deus, o Deus) quando apareceu um vírus [...]

Série Trágica, Flávio de Carvalho

Por Dirce Waltrick do Amarante*

O governo ia tão mal, mas tão mal, que deram graças a Deus (nesse país há muito tempo que só existia um deus, o Deus) quando apareceu um vírus, que diziam ser letal. Oravam todos os dias para que a população fosse contaminada. Mas não só a população permaneceu ilesa, como o vírus não era tão letal.

Pelo menos havia o vírus, e o governo se valeu disso! A notícia ganhou tanto destaque no país e provocou tanto medo e pânico que, diante da morte iminente, a população não se preocupou mais com o preço da gasolina, a venda das estatais (as últimas), a reforma da Previdência, o sucateamento das universidades públicas, os crimes de milicianos… Quanto ao governo, ele só se preocupou quando soube que o vírus era um hermafrodita, naquele país não se admitiam aberrações desse tipo.

  • Em quarentena.
Categorias
Geral
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish

Relacionado com