Violência golpista avança na Bolívia e Evo Morales anuncia novas eleições

Na manhã deste domingo (10), o presidente eleito da Bolívia, Evo Morales, anunciou a realização de novas eleições no país. A decisão foi tomada após a casa de sua...

Na manhã deste domingo (10), o presidente eleito da Bolívia, Evo Morales, anunciou a realização de novas eleições no país. A decisão foi tomada após a casa de sua irmã ser incendiada durante a noite, em mais um ataque que compõe uma série de tentativas violentas e desesperadas da oposição, que visam deslegitimar o pleito eleitoral que se encerrou no mês passado e consolidar o golpe fascista que Evo e o povo boliviano vêm denunciando para o mundo.

No sábado (9), a oposição golpista atacou a emissora Bolívia TV e a rádio Pátria Nova, cortando sinais. Além disso, José Aramayo, diretor da rádio Comunidade, ligada à Confederação de Trabalhadores Campesinos (CSUTCB), foi levado da sede e amarrado em uma árvore. Diante do recrudescimento da violência dos opositores, Evo propôs um amplo diálogo com a sociedade boliviana, mas a oposição não aceitou o convite.

Em pronunciamento transmitido pela TV Unitel, na manhã deste domingo, Evo pediu à imprensa e à toda a população que se comprometam com a pacificação da Bolívia.

Categorias
América Latina e MundoBolíviaDestaquesPolítica
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish