USP na greve geral de 28 de abril

Na madrugada de hoje (28), estudantes, funcionários e professores da USP fizeram um ‘trancaço’ no portão principal da Cidade Universitária. Por volta das 8 horas, os manifestantes marcharam pela...

Greve geral contra as reformas trabalhista e previdenciária. Estudantes, funcionários e professores da USP.

Na madrugada de hoje (28), estudantes, funcionários e professores da USP fizeram um ‘trancaço’ no portão principal da Cidade Universitária.

Por volta das 8 horas, os manifestantes marcharam pela avenida Vital Brasil até o cruzamento com a Av. Francisco Morato, onde bloqueram o acesso às pontes Eusébio Matoso, Bernardo Goldfarb e marginal do rio Pinheiros.

Com a paralisação do tráfego, uma manifestante conversa com os passageiros de um ônibus de linha intermunicipal e oferece um pão a um deles. Por volta das 10 horas, foi ateado fogo em pneus colocados na pista.

Quando as chamas já estavam apagando, o caminhão do corpo de bombeiros chega acompanhado por uma viatura da PM. Antes mesmo dos bombeiros começarem o trabalho, a tropa de choque se posiciona e começa a atirar bombas de gás e jogar jatos d’água nos manifestantes, que correram pela avenida Vital Brasil em direção ao campus, perseguidos pelos policiais.

Ao chegarem no portão principal, a tropa de choque se retira. Os manifestantes retornam até o cruzamento com a rua Alvarenga e pouco tempo depois decidem encerrar o ato em frente ao prédio da reitoria. Segundo informação do DCE, um estudante foi detido.

Categorias
Greve Geral
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish