JURA UFMT lança curso online sobre o Projeto Brasil Popular

A Jornada Universitária pela Reforma Agrária da Universidade Federal de Mato Grosso estava planejada esse ano para o mês de maio. Com seu adiamento devido à pandemia do novo Coronavírus, professores e ativistas estão organizando atividades online sobre temas afins para fortalecer o grupo e o evento nesse momento tão difícil no país. O primeiro curso planejado abordará o Projeto Brasil Popular, conjunto de propostas de políticas públicas desenvolvidas por grupos e intelectuais de esquerda a partir da consolidação do golpe contra as forças populares em 2016.

O curso gratuito desenvolvido por ativistas e professores que estão construindo a JURA UFMT 2020 terá cinco encontros virtuais transmitidos pelo Facebook (https://www.facebook.com/juraufmt) e Youtube (https://www.youtube.com/channel/UCrok5SBn_Jnq–x1Zvr34gg) a cada 15 dias a partir de 6 de julho, sempre às 19:00hs, horário de Cuiabá (uma hora a menos que o horário de Brasília – 20:00hs). Nos dias seguintes, o vídeo da apresentação e atividades de oficina serão disponibilizados na também gratuita plataforma AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem. O áudio das apresentações também deve ser disponibilizado em formato de Podcast e transmitido por rádios populares como a CPA2, de Cuiabá.

No primeiro encontro, em 06 de julho de 2020, haverá a apresentação do curso, das atividades propostas e do que significa e como funciona o Projeto Brasil Popular. Os encontros seguintes (20 de julho e 3, 17 e 31 de agosto) serão dedicados aos quatro eixos e sub-eixos que compõe o Projeto Brasil Popular:

DIREITOS (Cultura, Educação, Esporte, Cidades, Religião, Valores e Comportamento, Saúde Coletiva);

ECONOMIA, DESENVOLVIMENTO E DISTRIBUIÇÃO DE RENDA (Agricultura Biodiversidade e Meio Ambiente; Amazônia;  Demografia e Migrantes; Desenvolvimento Regional; Caatinga e Semiárido; Ciência, Tecnologia e Inovação; Economia; Energia e petróleo ; Financeirização; Transportes e Logística; Mineração; Reforma  tributária; Seguridade Social e Previdência Trabalho, Emprego e Renda);

ESTADO, DEMOCRACIA E SOBERANIA POPULAR (Democratização da Justiça e Direitos Humanos; Estado, Democracia, Participação Popular e Reforma Política; Federalismo e Administração Pública; Sistema de comunicação; Meios de comunicação; Relações Internacionais, Integração Regional e Defesa; Segurança pública); e

IGUALDADE, DIVERSIDADE E AUTONOMIA (Combate ao Racismo e Igualdade Racial; Juventude;  LGBT; Mulheres; Povos Indígenas).

As inscrições para o curso online gratuito já estão disponíveis no endereçohttps://forms.gle/CWaue4NGVf5YWjcH6 .

 

COMENTÁRIOS

  • POSTS RELACIONADOS

    Como superar o analfabetismo agrário?

    Por Gilvander Moreira[1] Quando se rompe a cerca de um latifúndio que não cumpre sua função social, ocupando-o de forma coletiva e organizada, estourando o

    Na luta pela terra se aprende muito

    Por Gilvander Moreira[1] Enquanto pesquisávamos sobre a luta pela terra como pedagogia de emancipação humana, no Acampamento Dom Luciano Mendes, em Salto da Divisa, Baixo

    A luta pela terra cura as pessoas

    Por Gilvander Moreira1 Para os Sem Terra do Acampamento Dom Luciano Mendes, hoje assentados no Assentamento Dom Luciano Mendes, no município de Salto da Divisa,

    >