Filme sobre o golpe, “Tchau Querida” tem pré-estreia na Vigília

Documentário produzido pelos Jornalistas Livres foi filmado durante as votações que cassaram o mandato da presidenta Dilma Rousseff

Acontece hoje, quinta-feira (10), na Vigília Lula Livre, em Curitiba, a pré-estreia do documentário “Tchau, Querida”, uma produção dos Jornalistas Livres filmada em 2016 em Brasília, nos dias das votações, na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, que determinaram o afastamento da presidenta eleita Dilma Rousseff.

O filme, dirigido pelo documentarista Gustavo Aranda e pelo jornalista Vinícius Segalla, conta a história do impeachment, narrado por quem estava do lado de fora do congresso. Um filme em que políticos surgem como coadjuvantes e a população protagoniza as cenas, com todas ideias, argumentos e sentimentos, contra ou a favor, que consideram um processo legítimo ou que classificam como golpe.

“O espectador vai tirar suas conclusões sobre todo o processo. Não buscamos identificar qual lado estava certo. O filme busca ser um registro de um momento, um instantâneo de um país que se dividia em campos antagônicos”, afirma Gustavo Aranda, que além de dirigir o documentário, também é responsável pela captação das imagens e entrevistas realizadas para o filme.

“Nem eu, nem o Gustavo nem os Jornalistas Livres jamais escondemos o lado em que estamos dentro desta divisão que se dá no país. Estamos do lado da democracia, da presidenta legitimamente eleita, da institucionalidade. Isso posto, conforme qualquer espectador que venha a assistir ao filme poderá comprovar, não se trata de opinião. O filme registra fatos, imagens, vozes, discursos, o cotidiano dos manifestantes. Não há cortes bruscos, não há edição enviesada. O Brasil verde e amarelo e o Brasil vermelho estão ali”, completa Vinícius Segalla, co-diretor.

Para os diretores, as personagens retratadas no filme funcionam como atores no sentido literal, “como produto de um espetáculo construído, revelando o abismo ideológico que cristaliza a divisão política, quase violenta, do país. Uma alegoria perfeita para justificar uma democracia irreal e inexistente, que atende apenas aos interesses de quem controla o poder.”

A exibição de “Tchau, Querida” acontece nesta quinta-feira (10), às 20h, na Vigília Lula Livre, no salão da casa da Democracia, na rua José Antônio Leprevost, 171, no bairro de Santa Cândida, em Curitiba. A entrada é gratuita. Após a exibição do filme, haverá uma mesa de debate com a presença do presidente estadual do PT-PR, Dr. Rosinha, e do diretor Vinícius Segalla.

Veja o trailler do filme

Mídia democrática, plural, em rede, pela diversidade e defesa implacável dos direitos humanos.

Categorias
CulturaDebateDestaquesGolpe

Mídia democrática, plural, em rede, pela diversidade e defesa implacável dos direitos humanos.
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish