EXCLUSIVO: SENADORA KÁTIA ABREU DESEMBARCA NO PDT

A senadora por Tocantins, Katia Abreu. Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

 

O ato de filiação está marcado para dia 26 de março. Acontecerá durante cerimônia em Brasília. Kátia Abreu se filiará ao PDT (Partido Democrático Trabalhista), de Ciro Gomes e disputará as eleições para governadora de seu Estado, Tocantins.

Expulsa do MDB, uma das maiores vozes contra o golpe e atleta em atirar vinho na cara do José Serra, Kátia Abreu deve trazer ao PDT conflitos com a pauta indígena, que nunca digeriu.

Em um cenário que há meses atrás seria impossível, abrirá palanque para Ciro Gomes em Tocantins e, segundo sondagem interna da candidata, tem reais chances de vitória. A amigos, Kátia Abreu diz que vai para o “Tudo ou nada”.

O PDT, que não tem demonstrado alinhamento de ideologia, vem sofrendo turbulências com candidatos que usam a sigla sem se comprometer com as bandeiras de Darcy Ribeiro e Brizola. Kátia Abreu diz-se empolgada com o projeto desenvolvimentista do Ciro Gomes.

Nem o PDT e nem a senadora confirmam tal negociação, porém, a assessoria de imprensa da senadora afirma que, pela legislação, Kátia Abreu tem um mês para definir seu destino e admite que o PDT é uma das legendas possíveis.

Militantes do PDT já comemoraram a chegada.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

A cor do golpe

Os discursos de ódio a conta gota, institucionalizaram-se. Eles destilam o ódio a negros, mulheres, LGBTIQIA+, nordestinos e pcd’s.