Dados e Política: Por Dentro da Indústria da Influência

A Casa Hacker combate manipulação por meio de informação

Prestes a entrar em uma disputa eleitoral cujo resultado é extremamente significativo o resultado deve atender à vontade da soberania popular e fortalecimento da democracia a equipe da Casa Hacker sempre atuando em pró da democracia e direitos humanos tem buscado através da inclusão digital e tecnológica dos cidadãos trazer ferramentas e informações que promovam a equidade e a democracia.
Os interesses de grupos colocam em xeque a democracia se utilizando do voto
A indústria das campanhas políticas tem se tornado um grande negócio lucrativo e fortemente influenciada por dados pessoais. Esses dados se estendem por muito além dos registros eleitorais: tudo pode alimentar a base de dados coletados, desde os itens do seu carrinho de compras à pontuação dos seus posts e testes aleatórios do Facebook, ao bar que você visita numa sexta à noite, pode ser usado por partidos e políticos para descobrir quem é você e te influenciar.
Experiências passadas e resultados manipulados
Em 2018 explode nos meios de comunicação o escândalo dos dados de usuários do facebook, não era a primeira vez que o Facebook se envolvia em uma polêmica relacionada à “manipulação de opinião pública durante a eleição presidencial americana”. Assim como a eleição de Donald Trump para presidente dos EUA, a campanha marcante para que o Reino Unido deixasse a União Europeia usou ilegalmente dos dados privativos pessoais.
Os 50 milhões de usuários do facebook foram vítimas de uma coleta de dados realizada pela Cambridge Analytic por meio do próprio facebook através de um teste como tantos outros que vemos na rede social.

Casa Hacker combatendo a manipulação por meio da informação 

A Casa Hacker junto à Tactical Tech lançam o Guia do Eleitor e a vídeo galeria “Dados Pessoais: Persuasão Política — O que está a venda?” em formato digital e de acesso gratuito que explicam, em termos e linguagem acessível, onde as campanhas políticas pesquisam por dados pessoais, que tipos de dados elas coletam, e como elas usam isso para tornar alvos e persuadir eleitores. O guia detalha as técnicas de campanhas como “escuta digital”, “micro-segmentação” e “testes A/B”, e oferece aos eleitores brasileiros 7 dicas essenciais para desintoxicar seus dados pessoais e deixar as campanhas eleitorais e políticos longe de seus dados pessoais.
O Guia do Eleitor aborda 7 dicas (e contextualiza com exemplos reais):
DICA #1: Mude sua Rotina;
DICA #2: Mude suas Preferências nas Redes Sociais;
DICA #3: Bloqueie seu Celular e Navegadores de Desktop;
DICA #4: Mantenha-se Informado;
DICA #5: Limite Quem Sabe Onde Você Está;
DICA #6: Fale;
DICA #7: Conte à sua Comunidade.

Com a ajuda dessas dicas práticas, eleitores podem votar com o conhecimento de como e quando essas técnicas digitais estão sendo usadas, e, inclusive, o que podem fazer para barrá-las.
A vídeo galeria “Dados Pessoais: Persuasão Política — O que está a venda?” é o resultado de uma pesquisa extensa no mundo todo conduzida pela Tactical Tech e parceiros globais onde encontramos mais de 300 empresas em todo o mundo que usam dados para fornecer informações aos partidos políticos sobre quem são os eleitores, o que eles querem ouvir e como persuadi-los. Ao mergulhar fundo em seus sites, encontramos várias empresas, consultorias, agências e firmas de marketing, desde startups locais a estrategistas globais, visando partidos que abrangem o espectro político. Essa galeria visual e virtual captura as promessas dessas empresas, oferecendo uma janela única para os serviços que elas promovem e a linguagem atraente que usam, frases como “fortalecemos a democracia”, “emoções impulsionadas pelos dados”, “mudando o mundo, um pixel de cada vez” e “vencer eleições com inteligência social”. Principalmente empresas com fins lucrativos, com o objetivo principal de gerar, manter e aumentar os lucros, é importante perguntar: quais são as implicações de permitir que a política seja amplamente influenciada pelas organizações de tecnologia orientadas a dados?
O “Guia do Eleitor” e a vídeo galeria “Dados Pessoais: Persuasão Política – O que está a venda?” estão disponíveis gratuitamente no site da Casa Hacker.

Sobre a Casa Hacker

A Casa Hacker é um espaço hacker sem fins lucrativos e 100% dedicada a colocar comunidades locais no controle de suas experiências digitais e a moldarem o futuro da tecnologia da informação e comunicação para o bem público. Desenvolvemos programas e projetos de educação e cultura digital em comunidades periféricas e defendemos direitos digitais junto à Coalizão Direitos na Rede.

Sobre a Tactical Tech

A Tactical Tech é uma organização sem fins lucrativos alemã que trabalha na intersecção entre tecnologia, direitos humanos e liberdades civis. Eles fornecem treinamentos, conduzem pesquisas e criam intervenções culturais que contribuem para o debate sócio-político mais amplo sobre segurança digital, privacidade e ética dos dados.

Categorias
CampinasComunicaçãoDemocraciaDireitos SociaisGeopolíticaGeralPolítica
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish

Relacionado com