CUCA, O TÉCNICO DO SÃO PAULO, FOI CONDENADO POR ESTUPRO NA SUÍÇA

Página 3 do Jornal Mulherio, de 1987
Página 3 do Jornal Mulherio, de 1987
Cuca, atual técnico do São Paulo, foi preso e condenado na Suíça, pelo estupro de uma menina de 13 anos
Cuca, atual técnico do São Paulo, foi preso e condenado na Suíça, pelo estupro de uma menina de 13 anos

Em julho de 1987, durante excursão do Grêmio à Europa, os jogadores Cuca (atual técnico do São Paulo), Henrique, Fernando e Eduardo foram presos em Berna, na Suíça, acusados de estuprar uma menina de apenas 13 anos.

Eles ficaram 28 dias detidos. Dois anos depois, foram condenados pela Justiça daquele país, mas cumpriram a pena em liberdade.

Jornalistas Livres republicam hoje texto produzido originalmente para o jornal feminista “Mulherio”,  que surgiu em 1982 e resistiu até 1989. A reportagem veio a público em outubro de 1987, na edição 33 do “Mulherio”, que tinha a poeta Adélia Prado na capa.

As autoras do texto, as professoras e antropólogas Mirian Grossi e Carmen Rial, fazem uma impressionante descrição da recepção de torcedores aos jogadores acusados de estupro na Suíça, quando de sua chegada ao Aeroporto Salgado Filho, de Porto Alegre. A cena é digna de aparecer no filme Dogville (2003), do cineasta dinamarquês Lars Von Trier. Só que, em vez de alegoria sinistra da crueldade, tratava-se da vida real.

Em 2014, Bolsonaro afirmou, na Câmara e em entrevista a jornal, que a deputada Maria do Rosário (PT-RS) não merecia ser estuprada porque ele a considerava “muito feia” e porque ela “não faz” seu “tipo”.

O texto das antropólogas, que neste ano completa 32 anos, é de uma atualidade perturbadora quando menciona o papel da grande imprensa na narrativa sobre o estupro-estupradores-futebol . E precisa ser relido, nestes tempos de criminalização da mulher que denuncia:

Página 3 do Jornal Mulherio, de 1987
Página 3 do Jornal Mulherio, de outubro de 1987 — veja abaixo a reportagem completa do jornal “Mulherio”
Página 4 do Jornal Mulherio, de outubro de 1987
Página 4 do Jornal Mulherio, de outubro de 1987

COMENTÁRIOS

  • Infelizmente a imagem do jornal original está muito ruim, quase impossível de ler o texto. É possível trocá-la?

  • Bolsonaro apenas repetiu o chavão das feminazis, que estão certas…agora a Dorosario se ofendeu com o que especificamente?? tendo em vista que na época foi defensora do estuprador Champinha…e mais..na primeira vez ele só retrucou a acusação de ser estuprador…quero ver ela pagar por este crime de difamação..da defensora de bandidos..e vcs?? passam pano pra esquerda …voces são bostas.

    • Ele levou foi um processo no rabo e ainda foi a público pedir desculpas, pra deixar de ser fdp

    • Estes esquerdistas são tão doentes e energúmenos em suas considerações, que em uma matéria sobre um caso de estupro lá na Suiça; os caras mencionam de forma tendenciosa o Bolsonaro! É vergonha que se chama, ou falta dela?

  • A única fonte estrangeira que cita o caso foi o jornal Le Nouvellist, no mais temos as reportagens brasileiras, nenhuma ficha criminal em francês ou alemão consta com o nome dos jogadores, nenhuma menção na justiça suiça. Outra coisa estranha é que a fonte original seja em francês, sendo que Berna é uma cidade de cultura alemã.

  • Que vergonhoso…
    O que o Presidente tem haver com isso? Por acaso ele já foi acusado ou condenado por estupro?
    Vcs são uns desocupados!

  • estupro é um ato muito violento, é barbárie. o ser humano que comete tal barbárie é digno de compaixão, pois leva pra vida toda uma ferida que não cicatriza em sua alma e na vítima.

  • Cuca não foi condenado for estupro ou abuso. A condenação foi relacionada à prática de ato sexual com menor de 16 anos, proibida na legislação suíça.

  • POSTS RELACIONADOS

    >