Vigília inter-religiosa leva 5 mil pessoas a Curitiba

Ato em defesa da democracia e do direitos dos trabalhadores reuniu manifestantes no centro da capital paranaense

texto e fotos por Nina Azambuja

Curitiba – O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e o grupo religioso da Frente Brasil Popular de Curitiba organizaram a Vigília inter-religiosa em defesa da democracia e dos direitos humanos. O ato teve início no acampamento do MST, quando manifestantes caminharam pacificamente até a Praça Tiradentes, no centro da capital paranaense, onde se encontraram com integrantes movimentos sociais e religiosos.

Para Tereza Lemos, membro da Frente Brasil Popular, a vigília inter-religiosa tem a finalidade de conscientizar toda a população por meio de questionamentos. “O debate da população sobre o difícil momento em que estamos vivendo faz com que as pessoas reflitam”, afirmou.

Segundo os organizadores, 5 mil pessoas estiveram presentes, a maioria procedente de outros Estados do país, entre eles nomes de destaque na política nacional como o senador Lindbergh Farias, Rui Falcão, o deputado federal Zeca Dirceu, a vereadora paulistana Juliana Cardoso e o governador do Piauí, José Wellington.

Os discursos foram comandados por líderes religiosos de todo o Brasil. O grupo musical Mãe Terra acompanhou o ato com canções simbólicas das mais diversas denominações religiosas presentes no Brasil. Estiveram presentes representantes da umbanda, do budismo, do catolicismo, do evangelismo e do islamismo. Também participaram representantes do movimento LGBTT.

Tereza Lemos também destacou a importância da união da diversidade de crenças no país. “Unir as religiões para refletir na defesa da democracia e por um país mais justo para todos.”

Categorias
GolpeJusticaLava JatoLula em CuritibaPolítica
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta