Polícia agride alunos em escola de São Paulo

Ontem na escola Escola Estadual (E.E) Emygdio de Barros, zona oeste de São Paulo, policiais militares apontaram uma arma de fogo para alunos, dentro da unidade.

Ontem na escola Escola Estadual (E.E) Emygdio de Barros, zona oeste de São Paulo, policiais militares apontaram uma arma de fogo para alunos, dentro da unidade.

Imagens que mostram uma série de agressões de policiais militares dentro de uma escola do estado, que fica na região do Rio Pequeno, passaram a circular no final da noite de ontem. Nas imagens é possível ver pelo menos cinco policiais militares agredindo dois alunos com chutes, socos e apontando uma arma de fogo dentro de um dos corredores da escola, para os alunos que acompanhavam as agressões.

Nas imagens dois polícias começam a bater em dois jovens. Enquanto isso diversos alunos protestam contra as agressões. Em determinado momento um dos polícias imobiliza um dos jovens contra a parede e outro PM lhe dá uma rasteira. Em seguida três outros polícias chegam ao corredor e passam a conter os alunos que protestam contra a violência. Um desses três policiais saca a arma e vai na direção dos alunos.

O portal G1 afirmou que a direção da escola chamou a PM por conta de um aluno que não querer se retirar da unidade.
Segundo fontes o jovem descobriu que o nome dele não estava na lista de matriculados na escola, e teria reclamado na diretoria e se recusado a sair até que fosse resolvido o problema da sua matrícula.

Categorias
DestaquesDireitos HumanosEducação
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish

Relacionado com