‘Mulheres contra Cunha’ param o Rio de Janeiro em protesto

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Por Mídia NINJA

Milhares de mulheres marcharam pelas ruas do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (28/10) contra o ataque do Deputado Eduardo Cunha a seus direitos conquistados. Estão desde as 14h concentradas em frente à ALERJ, onde tramita a “CPI do aborto”, destinada a estabelecer punições mais rígidas para mulheres e profissionais de saúde que realizarem aborto.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a cada 2 dias uma brasileira morre por causa do aborto clandestino.

Às 17h o cortejo partiu em direção à Cinelândia, passando pelo escritório do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Ele declarou, assim que assumiu o cargo, que as leis sobre a legalização do aborto só passariam “sobre seu cadaver”, ignorando assim o cadáver de milhares de mulheres que morrem em decorrência de procedimentos clandestinos.

Foto: Mídia NINJA

A marcha chegou, neste momento, à Cinelândia, e se tornou um grande palco de intervenções artisticas para ajudar a conscientizar sobre o retrocesso que seria a entrada em vigor do PL 5069.

Foto: Mídia NINJA
Foto: Mídia NINJA
Foto: Mídia NINJA

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

>