Manuela D’Ávila desafia homem que a chamou de mentirosa a se apresentar no microfone e dizer onde está a mentir

O caso aconteceu em frente a PanMetal, em São Paulo, enquanto Fernando Haddad e Manuela D’Avila conversavam com os metalúrgicos.

Manu: O Lula tá preso porque toda essa elite aqui não gosta do povo, não gosta de gerar trabalho, que não gosta da educação pública que construímos com Fernando Haddad quando era ministro da educação. Lula tá preso porque ele ia ganhar em primeiro turno, por isso que não divulgaram a pesquisa ontem.

Homem: MENTIRAAAAAA

Manu: É verdade! Aqui não tem quem mente, aqui tem que luta pra mudar o Brasil e fazer do Brasil um país dos trabalhadores e da trabalhadoras. E eu não sei teu nome mas se tu quiser vir aqui se apresentar e tentar provar qual de nós disse uma mentira, tu pode se apresentar. Eu sou Manuela D’Avila, sou deputada há 12 anos, a mais votada do Brasil nas últimas eleições e não é porque o povo acha que eu minto, mas é porque o povo sabe que eu sou dessa turma que luta pra desenvolver o Brasil e valorizar o trabalho. E não tenho medo de homem que aponta dedo pra mim, companheiro. Abaixa esse dedo que a gente pode construir um Brasil com respeito e dignidade!

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Lula e Xi: por nova ordem mundial

Coincidência vai além do terceiro mandato e é vista em discurso que desenha uma nova configuração da forças politicas no mundo, onde o protagonismo pode