Louca por uma guerra com a Venezuela, GloboNews inventa “embaixador de Guaidó” para pressionar o Brasil

Artigo de opinião de Kiko Nogueira

Por Kiko Nogueira, no DCM 

A Globo News não vai sossegar enquanto não houver guerra civil na Venezuela ou o governo Bolsonaro invadir o país e um brasileiro voltar num saco plástico preto.

A palhaçada para legitimar os golpistas inclui entrevistas com figuras como um “embaixador de Guaidó nos EUA”.

Temos agora um cidadão dono de embaixada.

O sujeito nega que a “ação” tenha fracassado.

“Ação” é como ele chama a tentativa vagabunda de golpe que Juan Guaidó e Leolpolo López obraram, vendendo o apoio fictício de militares de alta patente.

Ao longo de mais de 2 minutos, uma eternidade para a TV, sob o olhar atento de Leilane Neubarth, que como de hábito fica repetindo o teleprompter sem entender nada, um certo Carlos Vecchio defendia o indefensável.

Segundo ele, “falta pouco para que Nicolás Maduro deixe o poder”.

Garoto de recados, Vecchio cobrou do Brasil “mais ação [de novo] no âmbito internacional para pressionar pela queda do governo”.

Tem que mandar o Merval e o Guga Chacra para lá e acertar essa parada na bala.

Categorias
OpiniãoVenezuela