EU NÃO FAÇO NADA DE ERRADO, EU SÓ TRAFICO DROGA

“EU NÃO FAÇO NADA DE ERRADO, EU SÓ TRAFICO DROGA”, diz o senador Zezé Perrella enquanto Aécio cobra sua solidariedade diante das denúncias de caixa 2 da Odebrecht

Um áudio vazado na internet de uma ligação telefônica entre os senadores Aécio Neves (PSDB) e Zezé Perrella (PMDB) mostra um diálogo digno de gangsters. Nele, Aécio demonstra decepção e indignação diante de uma entrevista de Perrella à rádio Itatiaia, de Minas Gerais. À rádio, Perrella ressalva seu orgulho em não estar na lista de Janot, lamentava o “mar de lama” do Congresso e dizia-se “estarrecido” com a lista de investigados decorrentes das delações da Odebrecht. De acordo com o site Poder 360, a gravação foi feita pela Polícia Federal no dia 13 de abril, dois dias depois de cair o sigilo dos depoimentos.

Por telefone, Perrella chama Aécio de “chefe” mas logo toma uma bronca: “Acho que não preciso provar o quanto sou seu amigo na vida, né, cara? Então vou te falar como amigo, com a liberdade de amigo. Olhe, poucas vezes eu vi uma declaração tão escrota”.

E Aécio completa: “A não ser, Zezé, que a sua campanha foi financiada na Lua, ou pela [empresa de] semente lá sua, ou pela quentinha do Alvimar. Nossa campanha foi a mesma, Zezé.” No áudio Aécio ainda citou o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), também suspeito de receber dinheiro via caixa 2 da Odebrecht.

Perrella afirma que a entrevista foi uma maneira de rebater “as coisas que falam de mim até hoje por causa do helicóptero” (helicóptero do filho de Zezé foi apreendido no Espírito Santo pela Polícia Federal transportando 445 kg de pasta-base de cocaína).

Como se isso tudo já não fosse surpreendente, em determinado momento do diálogo, Perrella declara: “Eu não faço nada de errado, eu só trafico droga”. Aécio ri. Ouça o trecho aos 2m30s que foi divulgado pelo site Hoje em Dia.

EM TEMPO: Em março, Aécio foi gravado pedindo a Joesley Batista, da JBS, R$ 2 milhões de reais para custear sua defesa na Lava Jato. A mala de dinheiro foi entregue ao primo Fred e, depois, foi parar nas mãos do secretário parlamentar de Perrella, Mendherson Souza Lima. Investigações apontam que Mendherson levou o dinheiro de carro de São Paulo a Belo Horizonte e negociou para que fosse entregue à Tapera Participações Empreendimentos Agropecuários, de Gustavo Perrella, filho de Zezé.

Com informações do site Diário do Centro do Mundo, Hoje em Dia e site Poder 360. O site O Antagonista também publicou uma versão do áudio, mas está cortado antes da declaração de Perrella sobre não fazer nada de errado e só traficar drogas.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS