Em meio à pandemia, STF suspende reintegração de posse em terras indígenas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Todos os processos e recursos judiciais de reintegração de posse e de anulação de demarcação de territórios indígenas em tramitação no Brasil foram suspensos pelo Superior Tribunal Federal, na noite desta quarta-feira (6).

O ministro Edson Fachin, considerou que os indígenas, secularmente, são vítimas  de doenças que já dizimaram etnias inteiras,  e que reintegrações de posse, poderiam piorar a já grave situação dos povos indígenas, no cenário sombrio trazido pela covid-19.

“[Eles] podem se ver, repentinamente, aglomerados em beiras de rodovias, desassistidos e sem condições mínimas de higiene e isolamento para minimizar os riscos de contágio pelo coronavírus.” (Edson Fachin)

Sônia Guajajara, coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), e candidata na chapa à Presidência da República com Guilherme Boulos pelo PSOL, comemorou nas redes sociais a decisão do STF.

COMENTÁRIOS

POSTS RELACIONADOS

Sem ressentimento, sem esquecimento

Reabilitar os direitos políticos e a reputação de Lula seria a única forma possível de confrontar, ao mesmo tempo, o lava-jatismo e o bolsonarismo

O MELANCÓLICO FIM DA LAVA JATO

ARTIGO Ângela Carrato, jornalista e professora do Departamento de Comunicação Social da UFMG Depois de embalar o sonho das “pessoas de bem”, que vestiram verde

>