Dezenas de gabinetes são invadidos durante a posse de Bolsonaro

Assessores afirmam que gabinetes de diversos partidos políticos foram revirados

Por Bruno Falci, Para os Jornalistas Livres

Durante os preparativos para a posse do Jair Bolsonaro (PSL) dezenas de gabinetes de deputados foram invadidos. Ao menos 9 gabinetes do PT, 4 do PCdoB e outros que ainda não se sabe o numero do PSOL e,  possivelmente, de outros partidos  foram também invadidos.  Todos os gabinetes  têm  janelas de frente  para a Esplanada dos Ministérios foram invadidos. Com a justificativa de destravar brises instalados na fachada do edifico anexo IV da Câmara dos Deputados em nome da segurança de Bolsonaro.

Segundo informações do site do PT na Câmara,  o líder da bancada do partido, deputado Paulo Pimenta cobrou da presidência da Câmara hoje, quinta feira (3), explicações sobre a invasão dos gabinetes dos parlamentares petistas.

No documento encaminhado à Presidência da Casa, o líder Paulo Pimenta afirma que “diante da gravidade do que se relata, das imunidades e prerrogativas de que gozam cada um dos membros do Poder Legislativo e, também, da especial proteção jurídica atribuída aos escritórios profissionais (como extensão do conceito normativo de “casa”, assim considerado qualquer compartimento, não aberto ao público, onde alguém exerce profissão ou atividade), o líder da bancada  quer saber o nome da autoridade que expediu a ordem de acesso aos gabinetes parlamentares; motivos para a referida ordem; e a relação de todos os gabinetes em que a ordem foi executada”.

O deputado Leonardo Monteiro, que teve o gabinete invadido lamentou e disse ter feito um boletim de ocorrência sobre o assunto: “Usar o pretexto de segurança para invadir gabinetes parlamentar é preocupante e inaceitável. Isso fere a autonomia dos poderes e representa um desrespeito não só aos parlamentares, mas à democracia brasileira. Fizemos boletim de ocorrência para que essa invasão seja investigada!”.

A deputada do PCdoB, Jandira Feghali, enviou um oficio ao presidente da casa, Rodrigo Maia (DEM) exigindo explicações sobre o ato arbitrário ocorrido em seu  gabinete . Veja oficio abaixo:

OF-001 – Pres Câmara sobre entrada gab parlamentar sem autorização

O PSOL, através de uma nota de seu líder na Câmara dos Deputados, apresentou sua indignação com o fato e exigiu explicações. Abaixo a nota do partido.

Desconhece-se ainda quem é o responsável pela invasão do gabinete . Sabe-se  que não houve autorização dos parlamentares, nem das lideranças e tampouco do presidente da casa Rodrigo Maia (DEM). A entrada teria sido autorizada pela policia legislativa mas até agora  permanece a dúvida de quem é o mandante do ato.

Segue abaixo a lista dos deputados cujo os gabinetes foram invadidos e que se tem conhecimento até agora:

PT:  Líder Paulo Pimenta (RS); Josias Gomes (BA); Leonardo Monteiro (MG); Luiz Couto (PB); Odair Cunha (MG); Patrus Ananias (MG); Pepe Vargas (RS); Rejane Dias (PI) e Waldenor Pereira (BA).

PCdoB:  Presidenta do PCdoB Luciana Santos (PE) ;Jandira Feghali (RJ); Jô Moraes (MG); Professora Marcivânia (AP)

Categorias
DestaquesGeralPolítica
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta