Carta de Lula para a campanha Moro mente

Para colocar em prática o seu direito penal do inimigo, a pretexto de combater a corrupção, Moro e a força tarefa da Lava Jato transformaram a operação em uma quase instituição para manipular, fraudar, mentir e corromper as instituições.

Do site do Lula

Carta de Lula no Ato da ABJD (Associação Brasileira de Juízes pela Democracia)  Moro Mente no salão nobre da Faculdade De Direito da USP:

“Companheiros e Companheiras da ABDJ,

Quero mandar um forte abraço a cada um de vocês que, esta noite, estão aí reunidos na USP para o Ato de lançamento da Campanha Moro Mente.

Deus sabe, eu sei, Delagnol (Leia na íntegra a carta aqui)sabe e o próprio moro sabe que mentiu!

Para colocar em prática o seu direito penal do inimigo, a pretexto de combater a corrupção, Moro e a força tarefa da Lava Jato transformaram a operação em uma quase instituição para manipular, fraudar, mentir e corromper as instituições.

Está à mostra que a operação Lava Jato usou abusivamente a Polícia Federal, o Ministério Público, a Receita Federal, e também que é necessário que o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal afirmem definitivamente a lei de abuso de autoridade, assegurem que o sigilo que protege os dados do cidadão só seja afastado mediante autorização judicial, garantam a presunção da inocência, o vigor do contraditório da ampla defesa e que a apuração das fake news vá até o fim para desvendar todas as fraudes, tal como exige o Estado Democrático de Direito

Tenho acompanhando o trabalho dos juristas pela democracia desde o começo e considero fundamental que advogados, professores e todos os operadores de direito espalhados pelo Brasil expliquem para o nosso povo o que é um justo processo e como é importante defender a presunção de inocência.

A operanção Lava Jato não só violou as regras mais importantes do processo penal e da Constituição, como também tem se revelado uma grande operação de assalto à soberania nacional.”….

(Leia na íntegra a carta aqui)

Foto: Ricardo Stuckert

Categorias
DestaquesLula Livrevazajato
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta