Residentes da saúde fazem ato em frente ao Ministério da Saúde

Residentes em todo Brasil estão há dois meses sem receber bolsa-salário

Fotos e vídeos: Leonardo Milano / Jornalistas Livres

Na manhã desta segunda-feira (11), dezenas de residentes da saúde fizeram ato em frente ao Ministério da Saúde.

O Fórum Nacional de Residentes em Saúde (FNRS) deliberou  por ​paralisação nacional de residentes em saúde​, com início nesta segunda-feira (11)​, frente o não pagamento integral das bolsas-salários. Muitos já não têm mais nem como  se locomover até seus locais de trabalho.

Residentes de todo o Brasil estão há dois meses sem receber suas bolsas-salários, apesar de o ministro da saúde, Nelson Teich ter se comprometido a regularizar a situação. Teich alega inconsistência nos dados das contas bancárias e CPF dos residentes, em cadastro realizado pelos/as próprios/as residentes ou pelas instituições de ensino de milhares de residentes, o que já aponta que a justificativa apresentada é no mínimo inconsistente, rasa e contraditória.

As principais consequências do não recebimento da bolsa-salário são​: centenas de residentes em processo de endividamento, sofrimento mental e, em alguns casos, o próprio abandono do Programa de Residência pela impossibilidade de prover o sustento mensal básico e, inclusive, sem condições de ir aos campos de prática a trabalho. Esses, que já seriam transtornos em período típico, ​são intensificados em contexto de quarentena, no qual as dificuldades de locomoção e compras necessárias se tornam mais limitados e dispendiosos e, com o atraso de pagamentos, insustentáveis. Como se nota, o Governo Federal segue tendo muito pouco eficiência no combate à pandemia, começando pela falta de apoio aos profissionais que estão na linha de frente do combate à Covid-19.

Categorias
CoronavírusCoronavírusSaúde
Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

AfrikaansArabicChinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapaneseKoreanPortugueseRussianSpanish

Relacionado com